A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

07/12/2010 16:47

PTB faz "faxina" contra infiéis e perde prefeitos e vereadores

Fernanda França

Dos 29 parlamentares, pelo menos 25 serão forçados a deixar o partido

Ivan Louzada vai promover faxina no partido (Foto: divulgação).Ivan Louzada vai promover faxina no partido (Foto: divulgação).

O PTB de Mato Grosso do Sul promoverá no início de 2011 uma verdadeira “faxina” para excluir de seus quadros prefeitos, vices e vereadores que trabalharam contra o partido nas eleições deste ano.

Na prática, a sigla perderá sua representação quase que na totalidade no Estado, sobretudo nas Câmaras, após a votação pífia registrada nas urnas no dia 3 de outubro.

Hoje o PTB conta com três prefeitos, três vices e 29 vereadores. Segundo o presidente regional da legenda, Ivan Louzada, a maioria trabalhou para outros candidatos na campanha deste ano, e não merece permanecer no partido.

“É melhor ficar com dois vereadores que trabalham para o PTB do que 29 que se colocam contra”, disparou.

A determinação da cúpula nacional petebista é excluir dos quadros quem não puxou votos para a legenda nestas eleições. Entretanto, na tentativa de evitar atitudes traumáticas, a direção regional fará outro tipo de manobra para expurgar os infiéis.

Os diretórios e comissões provisórias serão exterminados nos municípios onde prefeitos, vereadores e dirigentes municipais deixaram de pedir votos para candidatos petebistas no pleito de 2010.

Com isso, o PTB perderá sua representação em pelo menos 13 cidades: Batayporã, Aral Moreira, Maracaju, Rio Negro, Sonora, Rio Verde, Mundo Novo, Sete Quedas, Iguatemi, Eldorado, Anastácio, Bodoquena e Selvíria.

A partir dessa decisão, vereadores, prefeitos e vices que buscam a reeleição terão de procurar abrigo em outras legendas.

“Isso é problemas deles com a Justiça Eleitoral, a porta está aberta e acredito que é esse o caminho deles”, afirmou Ivan Louzada.

Ele estima que, dos 29 vereadores filiados hoje ao PTB, só quatro devem permanecer na sigla após a faxina contra os infiéis: um em Brasilândia, um em Amambai e dois em Terenos.

O vice-prefeito de Ladário, Hedyl Benzi, também deve permanecer filiado.

Já os prefeitos de Maracaju, Celso Vargas, de Selvíria, José Dodô da Rocha, de Aral Moreira, Edson de David, e o vice de Bodoquena , Geraldo Nunes Siqueira, terão de buscar outro caminho político.

“Quem quiser ser candidato pelo PTB, de agora pra frente, vai ter que assumir um compromisso, assinar um documento, atestando a fidelidade partidária”, finalizou Louzada.

Histórico de baixas

O PTB de Mato Grosso do Sul começou a sofrer baixas em seus quadros após a manobra que retirou do comando da legenda o deputado federal Nelson Trad, hoje filiado ao PMDB.

Na época, o partido tinha cinco deputados estaduais em sua bancada: Maurício Picarelli, Akira Otsubo, Raul Freixes, Valdenir Machado e o atual presidente da Casa, Jerson Domingos.

A debandada se iniciou a partir da posse do deputado federal Antônio Cruz como dirigente estadual e prosseguiu quando o empresário Antônio João Hugo Rodrigues assumiu.

Temer diz que adiamento da reforma da Previdência foi 'ótimo' para ganhar votos
O presidente Michel Temer procurou mostrar otimismo ao falar sobre a reforma da Previdência ao dar posse ao deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) c...
Diretor da PF entrega ao STF relatório de investigação sobre ministros
O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, entregou hoje (15) à ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), um re...
TRE realiza plantão para cadastramento biométrico neste sábado na Capital
O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) realiza neste sábado mais um plantão para atender eleitores de Campo Grande que ainda nã...


cada municipio existe sua particularidade e pela hieraquia as vezes ficamos a merce do presidente municipal de nos informar , nos ajudar em um pleito e assim da mesma maneira o presidente municipal fica com o diretorio estadual que muitas vezes não manda nem boa sorte na campanha e depois simplesmente querem mandar no nosso eleitorado , bem nessas pereglinaçoes pela assembleia atraz de recursos as vezes damos a sorte de achar um parceiro , ou melhor um irmão que nos mandam emendas , ajudam na campanha e sem duvida são exenciais para uma eleição. Eis a questão ficar com o partido que lembra de vc depois de eleito ou ajudar quem te estende mão na hora que vc mais precisa ......
 
vereador juliano do PTB de selviria ou sem partido ...... em 08/12/2010 05:43:41
sera que esta manobra e para o bem do partido ou pq não fizeram campanha para o filhinho do presidente deste partido q foi candidato a deputado federal?
 
Jonathan malaquias em 07/12/2010 09:51:31
Teria como acabar com essa sigla no Estado? através de uma enquete, talvez. Sejamos honestos foi uma vergonha o desenrolar dos fatos nesta eleição 2010, tanto na majoritária como na proporcional,o PTB e sua diretoria estavão desorientados sabe-se lá os motivos Quem saiu ganhando? pergunte ao infiel presidente da sigla.
 
Caio Luiz Benega em 07/12/2010 09:21:16
Ivan Louzada bem ao estilo Ivan Louzada. E diz: "...foi Roberto que mandou...".Enquanto isto na Sala de Justiça.....
 
jose ferreira em 07/12/2010 09:13:21
A ética e respeito com os eleitores começa na fidelidade que o político dedica aos valores do partido que ele defende durante as eleições. E se depois de eleito, passa a defender apenas os interesses próprios, não é digno de permanecer sequer no cargo a qual foi eleito.
Caráter vem de berço. E político desonesto deve ir pra rua mesmo.
Infelizmente, atualmente, a cidade de Maracaju, que tanto amamos, não conta com prefeito que faça jus aos bons costumes de nossa população.
Prova disso é sua infidelidade com os eleitores e com o próprio partido, pois, ambos foram apenas usados para auto-promoção de alguém despreparado e que ainda faz piada de cidadãos que confiaram e o colocaram pra trabalhar em favor do povo. Erramos uma vez, duas jamais.
 
Maria de Lourdes - Maracaju - MS em 07/12/2010 08:00:01
É NO MINIMO ESTRANHA A MANOBRA DO SR. PRESIDENTE DO PTB/MS. EM TERENOS OS DOIS REPRESENTANTES DA SIGLA TRABALHARAM SIM, UM PARA JERSON DOMINGOS(PMDB), E O OUTRO FOI ARI RIGO ATÉ DEBAIXO D'AGUA.
 
ANTONIO CARLOS LEAO em 07/12/2010 04:59:57
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions