A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

26/10/2014 22:00

Em festa de Reinaldo, tucanos lamentam derrota de Aécio Neves

Ludyney Moura e Kleber Clajus
Elizene levou o pequeno Kaio para comemorar a vitória de Reinaldo, mas lamentou a derrota de Aécio (Foto: Alcides Neto) Elizene levou o pequeno Kaio para comemorar a vitória de Reinaldo, mas lamentou a derrota de Aécio (Foto: Alcides Neto)
A aposentada Ilsa Rachid disse que eleição do tucano foi fruto da vontade de mudança da população (Foto: Alcides Neto)A aposentada Ilsa Rachid disse que eleição do tucano foi fruto da vontade de mudança da população (Foto: Alcides Neto)

Apesar da comemoração pela vitória do deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB), agora governador eleito de Mato Grosso do Sul, eleitores do tucano lamentaram a impossibilidade da dobradinha com o presidenciável do partido, senador Aécio Neves, que acabou derrotada pela petista Dilma Rousseff.

A atendente Elizene Rodrigues, 27 anos, fez questão de sair de casa, no Bairro Aero Rancho, com o filho Kaio, de apenas dois anos de idade, para comemorar a vitória tucana no Estado. “O que me chamou a atenção no discurso do governador eleito foi a vontade de mudar a saúde, educação e ajuda a pequenos produtores, índios e os mais humildes”, disse ela.

A aposentada Ilsa Rachid Geraldi, 68 anos, explicou que optou pelo Reinaldo pela “vontade de mudanças e para ver o país melhorar. Infelizmente não tivemos sorte para presidente, mas acredito que no Mato Grosso do Sul teremos uma nova história”, frisou.

Para o gerente comercial Djalma Santos, 38 anos, “a melhor opção é a alternância de governo. Achei que a Dilma ia quebrar essa corrente, há uma frustração em não ver o Aécio ganhar. O Reinaldo por sua vez tem proposta de renovação e não tem vícios (administrativos)”, ressaltou.

O acadêmico de administração, Thomaz Brito Cunha, 22 anos, disse que optou por Delcídio do Amaral (PT) porque o petista havia assinado um acordo para chamar os remanescentes do concurso da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros. Contudo, com a derrota, disse estar “esperançoso que o Reinaldo chame (os aprovados) e reduza o déficit (de efetivo) existente na segurança pública”.

No seu discurso, a um grupo formado por duas mil pessoas, Reinaldo ressaltou que, “Deus sabe a hora para tudo. E se Ele nos escolheu, sabe que faremos governo justo para todas as pessoas”.

Ele também lamentou a derrota do correligionário para a Presidência da República. “Acho que a população sabe o que faz e a gente tem que entender o resultado”, finalizou.

Cerca de duas mil pessoas acompanharam festa da vitória hoje à noite (Foto: Divulgação)Cerca de duas mil pessoas acompanharam festa da vitória hoje à noite (Foto: Divulgação)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions