A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

02/02/2012 13:12

Em mensagem à Assembleia, governador fala em expandir conquistas

Fabiano Arruda e Wendell Reis

Na abertura dos trabalhos legislativos, André Puccinelli também pregou redução de desigualdades

Governador faz leitura de mensagem na abertura do ano legislativo nesta quinta-feira. (Foto: Rachid Waqued)
Governador faz leitura de mensagem na abertura do ano legislativo nesta quinta-feira. (Foto: Rachid Waqued)

Na abertura dos trabalhos da Assembleia Legislativa na manhã desta quinta-feira, o governador André Puccinelli (PMDB), em mensagem à Casa de Leis, pregou que expandir conquistas e reduzir desigualdades estarão entre as metas da administração estadual para os próximos anos.

O governador participou da cerimônia do início do ano legislativo e fez a leitura da mensagem à Assembleia acompanhado, na Mesa Diretora, do primeiro secretário Paulo Corrêa (PR), do presidente da Casa, Jerson Domingos (PMDB), do presidente do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), desembargador Luiz Carlos Santini, e do deputado Felipe Orro, que substituiu Paulo Duarte (PR) na posição de segundo secretário.

Puccinelli lembrou que, em 2007, primeiro ano de governo, determinou ações em todas as áreas de administração para controlar gastos e modernizou, por meio de programas, áreas como logística, social, segurança pública, o que “reconquistou a segurança dos investidores”.

Entre as ações, o chefe do Executivo Estadual destacou que, no setor de logística, dotou o Estado de malha rodoviária moderna para garantir transporte adequado, bem como a integração dos meios de transporte por meio da intermodalidade a fim de reduzir custos e aumentar a produtividade e competitividade dos produtos do Estado.

Como exemplo, menciona que o Governo do Estado pleiteia, no Ministério da Aviação Civil, recursos para modernização e ampliação de dez aeroportos de integração regional para atender a demanda da população e o setor empresarial.

Além disso, pontuou que 16 rodovias em MS foram pavimentadas no ano passado em investimentos que totalizaram R$ 344,6 milhões e que há outras 16 frentes de trabalho em andamento.

Na área de Segurança Pública, o peemedebista disse que o governo intensificou ações na fronteira internacional, que possui 1.520 quilômetros de extensão, sendo 724 de linha seca. Por conta disto, frisou que foram distribuídas 104 viatura táticas para vigilância. Em outro setor da segurança, Puccinelli citou a incorporação de 104 soldados no Corpo de Bombeiros e aquisição de matérias de proteção.

Na Educação, André enalteceu os investimentos em educação profissional. Segundo ele, os programas contemplaram 3.201 alunos. Além disto, mencionou recursos de R$ 33,9 milhões para atendimento a alunos da zona rural, aumento de 22% em relação a 2010.

Na saúde, o governador valorizou a ampliação e reforma do Hospital Regional com a construção de dois CTIs (Centro de Terapia Intensiva) e equipagem, bem como o centro médico com oito leitos para recém-nascidos e um centro obstétrico cirúrgico para gestações de alta complexidade.

Também no HR, Puccinelli afirmou que o número de leitos de terapia intensiva adulta saltou de 11 para 38. Citou ainda o investimento de R$ 24 milhões para construção de 12 leitos de UTI e qualificação de outros 30 já existentes na Santa Casa de Campo Grande.

Já na assistência social, um dos destaques apresentados é o atendimento de 100 mil famílias por meio dos programas Vale Renda, complementação nutricional às famílias indígenas, Vale Universidade e Vale Universidade Indígena com recursos que totalizam R$ 133,2 milhões. Segundo o governador, outros R$ 12,2 milhões foram repassados a fundos municipais de assistência social e R$ 19,2 milhões para fundos de investimentos sociais.

Em saneamento básico, André exaltou a implementação de programa que visa ultrapassar, até 2014, 70% do atendimento à população e que em 2011 foram investidos R$ 78 milhões na área, o que expandiu para 201 quilômetros a rede de água e 121 quilômetros a rede de esgoto com 18 mil novas ligações.

O chefe do Executivo Estadual também listou as ações sanitárias do governo em proteção às atividades produtivas como nos casos recente dos surgimentos de focos de aftosa no Paraguai. Lembrou ainda que depois de três anos de ações os municípios da ZAV (Zona de Alta Vigilância) readquiriram status de área livre de febre aftosa.

Sobre a cadeia produtiva, Puccinelli pontuou que foram investidos R$ 4 bilhões por meio do FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste) para o fortalecimento do segmento nos últimos anos.

Em relação ao turismo, o governador destacou o Aquário do Pantanal que, segundo ele, vai se transformar num grande marco para o turismo no País na biodiversidade. Também ressaltou o Parque dos Ervais, em Ponta Porã, e definiu o projeto como referência de cultura, desporto e turismo na região de fronteira, além de homenagear os “antepassados” que se dedicaram a produção e industrialização da erva-mate no Sul do Estado.

Por fim, André afirmou que o Estado se mostrou parceiro dos municípios que, recentemente, enfrentaram prejuízos por conta de fortes chuvas.

“Tenho certeza de que os esforços em conjunto ajudarão a manter o Estado em pleno desenvolvimento, garantindo a conquista de melhores condições de vida aos cidadãos e cidadãs que aqui residem”, finalizou Puccinelli na mensagem.

Governador participa de abertura dos trabalhos na Assembleia Legislativa
O governador André Puccinelli (PMDB) tem um compromisso público agendado para esta quinta-feira (2). Pela manhã, às 8h45, o governador participa da s...
Assembleia pode votar polêmico projeto "Lei Harfouche" nesta semana
Considerado polêmico, o projeto chamado de "Lei Harfouche", que prevê a reparação de danos por alunos, em casos de atos de vandalismo em escolas, pod...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions