A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

12/05/2014 16:45

Enquanto os outros pensam em propostas, o PMDB age, diz Nelsinho

Josemil Arruda
Nelsinho ao lado de lideranças e do governador André Puccinelli (Foto: divulgação)Nelsinho ao lado de lideranças e do governador André Puccinelli (Foto: divulgação)

O pré-candidato a governador do PMDB afirmou nesta segunda-feira (12), em Costa Rica, que seu partido está à frente dos concorrentes quando se trata de trabalhar pelo desenvolvimento do Estado. Ao observar que a pavimentação de rodovias abre caminho para o desenvolvimento e para a geração e empregos no nordeste do Estado, onde está situado Costa Rica, Nelsinho disse que esta região é mais uma prova de que o “PMDB é bom de trabalho, porque enquanto os outros pensam em fazer propostas, nós agimos”.

A região nordeste de Mato Grosso do Sul, segundo Nelsinho, foi amplamente beneficiada com a pavimentação da BR-359, que liga Camapuã a Figueirão, pavimentação e recapeamento da rodovia MS-306, de Cassilândia à Fazenda Baús. Observou, porém, que esse trabalho precisa continuar com o asfaltamento da MS-316, no trecho de Costa Rica a Paraíso das Águas.

Durante a entrega de obras do governo do Estado em Costa Rica, nesta manhã, Nelsinho deu entrevista à imprensa e voltou a defender o não-retrocesso político no Estado. “Nosso produtor rural é capacitado, trabalha com tecnologia e pesquisa e vai responder bem a todo apoio logístico do governo estadual, como vem acontecendo. É por isso que não podemos andar para trás mexendo em um time que está dando certo”, reafirmou.

Também lembrou de outras obras de infraestrutura levadas pelo PMDB à região, que lhe dão condições de produzir mais e gerar empregos, como as linhas de transmissão de 230 Kv, partindo de Ilha Solteira, e a construção de PCHs (Pequenas Centrais Hidrelétricas).

PMDB x PT – Repetindo mais uma vez que o PMDB “é bom de trabalho”, Nelsinho voltou a fazer o discurso de comparação entre as gestões do governador André Puccinelli e de Zeca do PT. Apontou que em oito anos serão 3.600 quilômetros de rodovias asfaltadas e recapeadas contra apenas 700 quilômetros da gestão petista.

“Nós precisamos fazer essa análise e verificar que Mato Grosso do Sul está indo bem e não pode voltar para trás. Não podemos dar chance a quem já mostrou que não tem disposição para fazer, como o PT”, declarou Nelsinho.

Observou ainda que mudanças podem ser desastrosas. “Mudar por mudar é correr de novo o risco de repetir a experiência de Campo Grande, onde o PT ajudou a chegar na Prefeitura uma pessoa inexperiente e sem aptidão para ser gestor público”, argumentou o pré-candidato.

Nelsinho ressaltou que hoje Mato Grosso do Sul lidera o crescimento nacional e apontou como garantia dessa liderança sua eleição para o governo do Estado e de Simone Tebet (PMDB) para o Senado.

Quanto às novas demandas, Nelsinho se prontificou a ouvir as entidades de classe, as lideranças políticas e a população e a atendê-las. “É natural e salutar que existam novas demandas de obras e ações sociais e nós estamos prontos para responder com realizações a expectativa da sociedade”.

 

 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions