A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

25/02/2015 16:22

Esposas de deputados poderão utilizar cota de passagens aéras da Câmara Federal

Além de Mandetta, outros dois integrantes da Mesa Diretora votaram contra

Juliene Katayama
Mandetta votou contra a medida (Foto: Arquivo)Mandetta votou contra a medida (Foto: Arquivo)

A partir de agora, mulheres e maridos de deputados federais poderão utilizar a cota de passagens aéreas da Câmara dos Deputados. A Mesa Diretora deliberou nesta quarta-feira (25) e liberou o uso do dinheiro público para transportar os cônjujes dos parlamentares entre suas cidades de origem e Brasília.

Segundo o Congresso em Foco, a liberação da verba para familiares foi reivindicada por um grupo de esposas de deputados durante a campanha de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) à reeleição. O peemedebista tomou conhecimento em encontro promovido pela ex-deputada Nilda Gondim (PMDB-PB), em João Pessoa.

Apenas três integrantes da Mesa Diretora votaram contra a mudança nas regras: Luiza Erundina (PSB-SP), Mara Gabrilli (PSDB-SP) e Luis Henrique Mandetta (DEM-MS).

Desde 2009, foi proibido o uso de passagens aéreas por conta da Casa de Lei para acabar com a chamada farra das passagens aéreas. Agora, as despesas serão bancadas pelos cofres públicos para honrar o compromisso de Eduardo Cunha.

O peemedebista alega que o impacto será nulo, porque não haverá aumento no valor do benefício, que varia de Estado para Estado. Mas parlamentares que não utilizam toda a verba a que tem direito ao longo de um mês poderão utilizar as sobras com o transporte do cônjuge.

Dados - Na última legislatura, finalizado em janeiro de 2015, a Câmara gastou mais de R$ 130 milhões com as passagens aéreas dos deputados por meio da Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (Ceap), o chamado cotão.

As despesas com passagens aéreas compõem o segundo maior gasto do cotão, atrás apenas da divulgação do mandato, que consumiu mais de R$ 135 milhões. Nos últimos quatro anos, a Ceap sugou mais de R$ 671 milhões.

 

Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...
Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...


Mas é brincadeira hein.....tem que pagar essas viagens e tudo mais com dinheiro do salario, não tem que ter verba pra nada não.....já que é assim, vou reivindicar minha cota também....pois é dinheiro publico, então é meu !! pilantrada !!!
 
Rodrigo Parreira de Oliveira Melo em 25/02/2015 17:55:28
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions