A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

15/01/2009 12:59

Evo corta relações com Israel e acusa País de genocídio

Redação

O presidente da Bolívia, Evo Morales, discursou hoje em Arroyo Concepción, e teceu duras críticas à guerra entre judeus e palestinos. Ele avisou que já cortou relações comerciais com Israel e acusou o país de cometer "genocídio".

Evo disse que precisava fazer alguma coisa para defender a vida na Palestina. "Foi uma atuação humanitária", disse o presidente boliviano, classificando como "massacre e genocídio" o que Israel, com maior poderio bélico, tem feito com o povo palestino.

"Eles não podem seguir matando crianças. Temos a obrigação como presidente de defender a vida", enfatizou, durante inauguração de dois trechos da Rota Bioceânica, com a participação do presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva.

Lula está acompanhado pelos ministros da Defesa, Nelson Jobim, da Justiça, Tarso Genro, dos Transportes, Alfredo Nascimento, de Minas e Energia, Edison Lobão, e do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions