ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, DOMINGO  19    CAMPO GRANDE 28º

Política

Fábio Trad lamenta barganha de Siufi e cobra expulsão do vereador do PMDB

Por Vinícius Squinelo | 11/12/2013 20:50

O deputado federal Fábio Trad (PMDB) lamentou a decisão do vereador Paulo Siufi de aderir à base de apoio do prefeito Alcides Bernal (PP), ganhando como contrapartida o direito de indicar a nova presidente do IMPCG (Instituto Municipal de Previdência de Campo Grande), além da cedência de seis funcionários para seu gabinete, com os salários pagos pela Prefeitura.

O deputado ainda defendeu a expulsão do vereador Paulo Siufi do PMDB, no mínimo, por falta de solidariedade com companheiros de bancada, segundo palavras de Fábio Trad.

“Esta atitude é vergonhosa, deplorável, uma canalhice”, criticou o deputado, que mesmo sendo parente do vereador deixou claro que não concorda com a atitude dele de barganhar cargos em troca de apoio ao prefeito. “Não posso compactuar, apoiar esta aberrante manifestação de fisiologismo que macula a biografia de gente séria. Ele é meu primo, porém tenho minhas convicções e princípios. Acho que o Siufi errou. O PMDB precisa reagir. Oposição de verdade não se vende”, emendou.

Fábio avaliou que a atitude do vereador Paulo Siufi é ainda mais injustificável porque há 17 dias ele endossou às criticas do vereador Elizeu Dionisio (SDD), relator da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) do Calote, que em entrevista chegou a chamar o prefeito Bernal de "ladrão". “Agora , por seis cargos e o IMPCG, aderiu. Pergunto: ele é aliado ou cúmplice”, questionou o deputado.

“Ele é de um partido que foi eleito para vistoriar, até admitiria uma adesão, mas se fosse em nível ideológico, jamais feita desta forma degradante”, disparou Fábio Trad.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário