ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEGUNDA  04    CAMPO GRANDE 22º

Política

Fábio Trad lamenta barganha de Siufi e cobra expulsão do vereador do PMDB

Por Vinícius Squinelo | 11/12/2013 20:50

O deputado federal Fábio Trad (PMDB) lamentou a decisão do vereador Paulo Siufi de aderir à base de apoio do prefeito Alcides Bernal (PP), ganhando como contrapartida o direito de indicar a nova presidente do IMPCG (Instituto Municipal de Previdência de Campo Grande), além da cedência de seis funcionários para seu gabinete, com os salários pagos pela Prefeitura.

O deputado ainda defendeu a expulsão do vereador Paulo Siufi do PMDB, no mínimo, por falta de solidariedade com companheiros de bancada, segundo palavras de Fábio Trad.

“Esta atitude é vergonhosa, deplorável, uma canalhice”, criticou o deputado, que mesmo sendo parente do vereador deixou claro que não concorda com a atitude dele de barganhar cargos em troca de apoio ao prefeito. “Não posso compactuar, apoiar esta aberrante manifestação de fisiologismo que macula a biografia de gente séria. Ele é meu primo, porém tenho minhas convicções e princípios. Acho que o Siufi errou. O PMDB precisa reagir. Oposição de verdade não se vende”, emendou.

Fábio avaliou que a atitude do vereador Paulo Siufi é ainda mais injustificável porque há 17 dias ele endossou às criticas do vereador Elizeu Dionisio (SDD), relator da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) do Calote, que em entrevista chegou a chamar o prefeito Bernal de "ladrão". “Agora , por seis cargos e o IMPCG, aderiu. Pergunto: ele é aliado ou cúmplice”, questionou o deputado.

“Ele é de um partido que foi eleito para vistoriar, até admitiria uma adesão, mas se fosse em nível ideológico, jamais feita desta forma degradante”, disparou Fábio Trad.

Nos siga no Google Notícias