ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, SEXTA  21    CAMPO GRANDE 24º

Política

Fiems orienta empresas a fecharem em horário de pico e apagarem lâmpada

Entidade começa campanha de conscientização porque na crise hídrica, "situação já passou do limite"

Por Gabriela Couto | 27/09/2021 11:34
Presidente da Fiems, Sérgio Longen, durante discurso do evento da vacina nesta segunda-feira (27). (Marcos Maluf)
Presidente da Fiems, Sérgio Longen, durante discurso do evento da vacina nesta segunda-feira (27). (Marcos Maluf)

A Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul) já orienta empresas filiadas a suspenderem produção em horário de pico e apagarem, pelo menos, uma lâmpada devido a crise hídrica.

Após conversa com o governo federal, são repassadas orientações do Ministério de Minas e Energia para o enfrentamento do problema em conjunto. “Nós estamos estudando uma campanha de conscientização do uso de energia. Já estive em conversa com o ministro e nós vamos regular e enfrentar essa crise juntos”, reforçou o presidente da entidade, Sérgio Longen.

Com o Rio Paraguai em nível baixo e fechado para o transporte fluvial de produtos, Longen classifica o momento como muito difícil. “Já passamos do limite. O transporte sobre o Rio Paraguai não temos mais. Não sei até quando vamos ter a falta de energia. Orientamos as empresas a não trabalhar no horário de pico, já que temos o maior consumo de energia e desligue uma lâmpada.”

A possibilidade do horário de verão ser retomado também é defendida pelo líder da Fiems. “Defendo o horário de verão, mas o governo que tem que tomar essa decisão. Se ele suspendeu, cabe a ele restabelecer”, destacou.

Presidente da Energisa, Marcelo Vinhaes, é a favor do horário de verão apesar da pouca economia. (Foto: Marcos Maluf)
Presidente da Energisa, Marcelo Vinhaes, é a favor do horário de verão apesar da pouca economia. (Foto: Marcos Maluf)

Energisa - O presidente da Energisa, Marcelo Vinhais, lembrou que o governo federal trabalha em geração térmica neste momento para evitar apagões. “Não falamos em falta de energia, só pressão de preço. Neste momento, o governo federal trabalha com bastante usina térmica no Brasil e estamos nos aproximando do período chuvoso.”

Apesar de só administrar a concessionária de energia no Estado, Vinhais destaca que o horário de verão é importante neste momento. “Está se conversando sobre. Traz uma economia pouca, mas para a o momento que estamos passando, é importante.”

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário