A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 19 de Outubro de 2018

06/10/2018 11:53

Fique atento: falta no primeiro turno não impede voto na segunda etapa

O TRE considera dois turnos eleições diferentes; portanto, votar em um e não votar no outro, ou vice-versa, não tem relação

Mayara Bueno
Fique atento: falta no primeiro turno não impede voto na segunda etapa
Eleitor em sala de votação na Escola Joaquim Murtinho, em Campo Grande, durante a eleição de 2016. (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo).Eleitor em sala de votação na Escola Joaquim Murtinho, em Campo Grande, durante a eleição de 2016. (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo).

O eleitor poderá votar em um dos dois turnos, se houver, sem qualquer impedimento. Ou seja, se, por algum motivo, a pessoa não puder comparecer na primeira etapa do pleito, ele poderá ir às urnas na eventual segunda etapa, ou vice-versa.

Isso porque, a Justiça Eleitoral considera os dois turnos da eleição como duas eleições diferentes. Exemplo disso é que o eleitor precisa justificar a ausência nas urnas duas vezes, caso falte nos dois turnos.

O TRE-MS (Tribunal Eleitoral de Mato Grosso do Sul) reforça que não há ligação entre os dois turnos e que são considerados pleitos diferentes. Lembrou, ainda, que o eleitor pode ter o título cancelado se faltar três eleições consecutivas.

Em Mato Grosso do Sul, 1,8 milhão eleitores vão às urnas no domingo (dia 7) para escolher deputado federal, estadual, dois senadores, governador e presidente, nesta ordem. Amanhã, o eleitor precisa levar um documento oficial com foto: Carteira de identidade, passaporte, carteira de categoria profissional reconhecida por lei, certificado de reservista, carteira de trabalho, Documento Nacional de Identidade (DNI) ou carteira nacional de habilitação.

Fique atento: falta no primeiro turno não impede voto na segunda etapa


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions