A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 22 de Outubro de 2018

06/10/2018 09:17

Ordem de votação nas urnas eletrônicas mudou em 2018; confira:

Em MS, 1,8 milhão de eleitores estão aptos a votar no pleito deste ano

Mayara Bueno
Ordem de votação nas urnas eletrônicas mudou em 2018; confira:
Sede do TRE-MS, no Parque dos Poderes, em Campo Grande. (Foto: Paulo Francis).Sede do TRE-MS, no Parque dos Poderes, em Campo Grande. (Foto: Paulo Francis).

Em Mato Grosso do Sul, 1,8 milhão eleitores estão aptos a votar para escolher presidente da República, governador do Estado, dois senadores, um deputado federal e um estadual. São seis números que o eleitor precisa lembrar ou, a melhor maneira, é levar as tradicionais 'colinhas' com as informações necessárias para depositar nas urnas.

Neste ano, uma das mudanças é sobre a ordem de votação. Primeiro, o eleitor vai escolher deputado federal, com quatro dígitos. Depois, o eleitor define seu deputado estadual, que tem cinco números. Os dois senadores devem ser escolhidos na sequência. Cada um dos nomes tem três dígitos.

O eleitor escolhe na sequência o governador e, por último, o candidato a presidente do País. Lembrando que, em todos os casos, existe a possibilidade de corrigir algum número, caso tenha digitado algo errado.

No momento em que digitar o número dos postulantes escolhidos, a foto, número, nome e sigla do partido vão aparecer. Ao conferir que está tudo certo, o eleitor aperta Confirma. As informações foram publicadas na Agência Brasil.

Outra mudança é a identificação do eleitor, que, em 2018, será por biometria, mas apenas para quem vota em Campo Grande.

Em todo o Brasil, serão escolhidos os 1.059 deputados estaduais das Assembleias Legislativas e 24 deputados estaduais, 513 deputados federais e 54 senadores. 

Ordem de votação nas urnas eletrônicas mudou em 2018; confira:


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions