A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

10/11/2010 14:56

Forro e viga desabam no plenário da Câmara de Coxim

Redação

Parte do forro e da viga que sustenta o telhado do plenário da Câmara Municipal de Coxim (260 km de Campo Grande) desabou.

O cenário de destruição foi fotografado por um leitor do Campo Grande News.

A estrutura não suportou as chuvas dos últimos dias.

Por conta do desabamento, os vereadores foram obrigados a transferir as sessões ordinárias para o auditório da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul).

O Corpo de Bombeiros fez uma vistoria e exigências de segurança.

Não é a primeira vez que o plenário sofre com problemas relacionados à infra-estrutura. No ano passado, a empreiteira responsável pela reforma foi ao local solucionar um problema de vazamento.

O presidente da Casa de Leis, Miron Coelho Vilela (PSDB), não acredita que o serviço de reforma, realizado na gestão anterior, tenha sido mal feito. "Na verdade, o telhado é antigo e as telhas não foram trocadas na reforma", afirmou.

A Câmara funciona em um prédio antigo, que anteriormente era o fórum da cidade.

Miron explica que o transtorno não trouxe impacto financeiro para a Câmara. Reparos estão sendo feitos pela empreiteira sem custo para o legislativo devido ao prazo do seguro, de cinco anos. A Uems também não fez nenhuma cobrança pelo uso do auditório.

A viga de madeira será trocada por uma de metal. Segundo o presidente da Câmara, a empreiteira pretende fazer os reparos em 15 dias, mas por medida de segurança, pediu prazo até 20 de dezembro.

Em Coxim, as sessões legislativas acontecem às terças-feiras, às 19h. A última sessão será no dia 21 de dezembro e poderá acontecer novamente no prédio da Câmara.

Até lá, as sessões continuam sendo realizadas na UEMS, que fica a uma distância de 4 quarteirões do parlamento municipal.

Reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, diz Meirelles
A reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, de acordo com o ministro da Fazenda Henrique Meirelles. A declaração foi dada na noite de...
Quanto mais reforma demorar, mais dura será correção, diz ministro
Caso o governo não consiga aprovar a reforma da Previdência ainda este ano, conseguirá em 2018, disse hoje (11) o ministro do Planejamento, Dyogo Oli...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions