A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Agosto de 2017

29/05/2017 07:48

Frigoríficos dizem ter pago propina para ex-chefe da Casa Civil

Aline dos Santos

O Fantástico denunciou o pagamento de propina para o ex-secretário da Casa Civil, Sérgio de Paula. Conforme reportagem exibida ontem no programa da TV Globo, os empresários Benilson Tangerino e José Alberto Berger, respectivamente dono de frigorífico e fábrica de couro, dizem ter feito  pagamento ilegal.

José Alberto relatou que em 4 de novembro teria recebido e-mail apontando irregularidade e teve autorização para compra de gado suspensa. Em seguida, conta que procurou o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), que o encaminhou para Sergio de Paula.

O intermediário para pagamento de propina com destino ao então chefe da Casa Civil seria José Ricardo Guitti, conhecido como Polaco. José Alberto diz ter pago propina de R$ 500 mil em duas parcelas de R$ 250 mil, sendo a última em 10 de novembro, mesmo dia em que a licença teria sido reativada.

Diante de uma nova cobrança, o empresário gravou a entrega de R$ 30 mil para José Ricardo no dia 8 de dezembro de 2016. Ainda de acordo com José Alberto, o pedido era pagamento de R$ 150 mil por mês. Ele negou, a empresa perdeu novamente a autorização e foi multada em R$ 7 milhões por sonegação fiscal. Atualmente, o funcionamento foi garantido por liminar da Justiça.

Benilson Tangerino disse que o pedido de propina de R$ 300 mil teria sido feito no gabinete de Sérgio de Paula, na Governadoria. O dinheiro foi entregue numa mala. Contudo, Benilson conta que também se negou a pagar mensalidade de R$ 150 mil.

Reinaldo Azambuja afirma que os denunciantes são sonegadores de impostos. Sobre Sérgio de Paula, o governador relatou ter amizade antiga e que se ele usou o seu nome foi sem autorização.

Por meio de nota, Sérgio de Paula nega ter recebido dinheiro ou autorizado alguém a fazê-lo em seu nome. José Ricardo Guitti também negou o recebimento de valores. Sérgio de Paula foi exonerado do cargo em março de 2017.




Não estou aqui para defender nenhum corrupto.
Se o ex secretário é corrupto, pau nele.
Mas, a reportagem de ontem é muito frágil.
Parece mais que os tais "empresários" foram vítimas de outro pilantra e agora que perceberam que fizeram papel de otários. Estão querendo aproveitar a onda para salvar a pele.
Se toparam pagar propina para receber vantagens, pau neles também.
São tão corruptos quanto qualquer outro que está na "praça".
 
Critico em 29/05/2017 10:21:55
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions