ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, QUARTA  16    CAMPO GRANDE 23º

Política

Giroto é lançado pré-candidato com as bênçãos de Trad, Puccinelli e aliados

Por Wendell Reis | 05/03/2012 13:51

Giroto foi anunciado pelo prefeito Nelson Trad Filho e acompanhado, inclusive, pelos concorrentes: Luiz Henrique Mandetta e Paulo Siufi

Pré-candidato prometeu consultar os líderes Trad e Puccinelli (Foto: Marlon Ganassin)
Pré-candidato prometeu consultar os líderes Trad e Puccinelli (Foto: Marlon Ganassin)

O anúncio da pré-candidatura de Edson Giroto (PMDB) lotou o auditório do diretório estadual do partido na manhã desta segunda-feira (5). Faltou espaço para receber filiados e aliados ao partido, incluindo até quem outrora era oposição, como o caso do PDT, liderado pelo vereador Paulo Pedra.

O nome de Giroto foi anunciado pelo prefeito Nelson Trad Filho (PMDB) e acompanhado, inclusive, pelos concorrentes: Luiz Henrique Mandetta (DEM) e Paulo Siufi (PMDB). Ao ser anunciado, Giroto revelou seu primeiro passo: Reunião com os vereadores de Campo Grande às 17 horas desta segunda-feira.

O pré-candidato fez questão de dizer que o seu anúncio não é uma compensação pelos anos de trabalho com Puccinelli e Trad, mas a reunião de melhores condições para a disputa, que inclui a busca pelo diferencial nas pessoas, no social, educação, saúde e habitação.

Para resolver os problemas, Giroto promete consultar o governador André Puccinelli e o prefeito Nelson Trad. “Vou seguir os conselhos do André e do Nelsinho. Eles são experientes e sabem das dificuldades. Vou ouvir e discutir para mostrar um plano. Ai, não desisto até resolver”.

O prefeito de Campo Grande, Nelson Trad, fez questão de dizer que os critérios de pesquisas existem há muitos anos, desde que Puccinelli venceu em 1996, mesmo estando atrás nas pesquisas quantitativas. Assim, agradeceu a união demonstrada por Siufi, Giroto e Mandetta.

“Parabéns Siufi, Mandetta e Giroto. Vocês não deram ouvidos a discursos acalorados, cotoveladas... Lembro que Moka (senador Waldemir Moka), Celina (ex-deputada Celina Jallad) e o Giroto foram os primeiros a me estenderem a mão e falar: vamos juntos e sairemos vitoriosos... O governador sempre frisou que teria o candidato da vez, para dar a sequência evolutiva. E o candidato é o deputado Giroto. Conte comigo, porque contei com você para chegar aonde cheguei”. Trad lembrou ainda que aprendeu com Puccinelli a lição do alpinista, explicando que quem sobe tem que deixar o braço estendido para o companheiro que está embaixo, para quando ele estiver acima, poder lhe estender a mão.

O governador André Puccinelli reforçou o discurso de que se for possível, o partido conversará até com o PT, desde que se faça compromisso ético, prometendo o que pode cumprir e sem envergonhar. Com ironia, Puccinelli disse esperar que Giroto de conta de melhorar a saúde do País, fazendo o que dois médicos não deram conta, embora o Estado apresente a oitava melhor saúde do País. “Peguem a taxa de mortalidade. Veja o ranking”, desafiou os que questionaram os problemas na saúde.

O governador garantiu que o partido vai optar por lançar candidaturas apenas de fichas limpas em todo o Estado e defendeu a união de 15 partidos, repetindo a aliança conquistada por ele na eleição para o Governo do Estado em 2010.

Ao finalizar o discurso, Giroto agradeceu o governador André Puccinelli e o prefeito Nelson Trad pela oportunidade. “Obrigado André pela oportunidade. Serei correto, companheiro. Não abandono amigos, porque aprendi com você. Tenho em você e no prefeito Nelsinho dois líderes. Não abro mão de consultá-los”.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário