A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Agosto de 2017

10/09/2013 14:38

Governador não descarta Reinaldo, mas reforça preferência por Simone

Lidiane Kober e Luciana Brazil

Depois de dar como certa a pré-candidatura da vice-governadora Simone Tebet (PMDB) ao Senado, o governador André Puccinelli (PMDB) não descartou, nesta terça-feira (10), aliança com o PSDB, do deputado federal Reinaldo Azambuja. Ele, no entanto, fez questão de reforçar preferência pelo nome de sua vice.

“Não disse que é coisa decisiva”, afirmou sobre a declaração anterior dando como certa a “dobradinha” de Simone com o ex-prefeito Nelsinho Trad (PMDB). A afirmação em defesa da chapa pura, inclusive, chegou a gerar polêmica, principalmente, depois o PMDB dar a Nelsinho carta branca para negociar a corrida por aliados.

Reinaldo, por exemplo, só aceita discutir aliança em troca da vaga de candidato a senador. Caso contrário, ele prefere concorrer ao Governo do Estado. De olho na densidade eleitoral do tucano, o PT tenta convencer a cúpula nacional a liberar aliança com o rival.

Nelsinho também quer Reinaldo de aliado e até pensa em abrir a vaga de candidato ao Senado. André, por sua vez, dá praticamente como certa a candidatura do tucano ao governo. “O Azambuja já saiu candidato”, comentou, hoje na abertura do Fórum Nacional de Ciência e Tecnologia.

Sobre o fato de antecipar preferência à pré-candidatura de Simone, ele classificou como uma opinião pessoal. “Não tem mais nem democracia, nem posso mais falar o que penso”, reclamou.




Acredito que vamos ter três candidatos a Governo: Nelsinho. Azambuja e Delcidio. E na minha opinião pelo menos aqui na minha cidade o Nelsinho em primeiro, o Azambuja em segundo e o Delcidio em terceiro. É o que comentam. E vai ter segundo turno. Entre Nelsinho e Azambuja.
 
Ricardo Thibes Cardoso em 10/09/2013 15:38:40
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions