A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Agosto de 2017

11/12/2014 11:44

Governador nega pressão para abertura de vaga no TCE

Ricardo Campos Jr. e Leonardo Rocha
Pressão por celeridade no envio de vaga do TCE é grande mentira, afirma governador.Pressão por celeridade no envio de vaga do TCE é "grande mentira", afirma governador.

O governador André Puccinelli (PMDB) rebateu as informações de que pressionou o TCE (Tribunal de Contas do Estado) para o envio da solicitação da vaga que será aberta após a conclusão do processo de aposentadoria do atual presidente do órgão, José Ricardo Cabral. “Isso é uma grande mentira”, disse ao Campo Grande News nesta quinta-feira (11).

“Estou aguardando que o TCE envie a solicitação da abertura de uma nova vaga. Acredito que, legalmente, deva ser neste governo. Penso eu que seria uma atitude ilegal passar para o novo governador. Outra coisa, eu não geri, não pressionei, não participei e sequer pedi no TCE para solicitar qualquer coisa”, completa.

Puccinelli diz ter conhecimento de que a informação teria partido de dois conselheiros. “ Sei respeitar as instituições e também exijo respeito. É mentira de quem não teve coragem de assumir seus atos. Essas pessoas não merecem meu respeito. O corregedor do TCE, Ronaldo Chadid, tenho certeza de que ele vai enviar a tempo, pois ele sempre teve ombridade, proficiência, capacidade e honestidade”, afirma.

O nome do novo conselheiro deve ser indicado pelo governador e aprovado pela Assembleia. O presidente do órgão, deputado estadual Gerson Domingos (PMDB) disse que gostaria de que o envio ocorresse antes do recesso parlamentar. A última sessão está marcada para o dia 18 de dezembro. Ele reclama que o processo de aposentadoria de Cabral está demorando demais.

Enquanto isso, Puccinelli continua a fazer mistério sobre quem indicará para o cargo. “Tenho três nomes, vou escolher um. Um deles começa com a letra 'C'”, afirma.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions