A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

24/02/2015 13:36

Governo cede profissionais para entidades, mas pede regularização

Leonardo Rocha

O governo estadual voltou atrás e resolveu ceder os 850 profissionais para as entidades de educação especial, mas pediu que se fosse montada uma comissão para regularizar esta situação, evitando mudanças depois. Esta decisão aconteceu após reunião da secretária de Educação, Maria Cecília Amendola, com representantes das instituições.

O deputado Pedro Kemp (PT), que participou desta articulação, ressaltou que o governo pode diminuir pessoal em outros setores, mas que para esta questão não pode alterar, já que irá trazer prejuízos para estas entidades que realizam um trabalho que é do poder público. "O governo voltou atrás e possibilitou que esta demanda fosse atendida", disse.

Ele ressaltou que a secretária pediu esta regularização, e por isto a comissão irá elaborar um projeto que possa atender esta demanda, com regras estabelecidas. Desta forma, de acordo com ele, se evita uma "novela", para a cedência destes profissionais, o que gera preocupação nos familiares dos atendidos.

Definido - Antes de ser feita esta regularização, a secretária de Educação já deixou pré-estipulado que haverá um professor (cedido) para auxiliar cada 10 alunos (especial) e em casos de deficiência múltiplas, haverá um profissional para cada 4 ou 5 alunos.

Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...
Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions