ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 26º

Política

Governo chama produtores para discutir lei de proteção do Pantanal

Preservação e questão ambiental foram temas do encontro, realizado na tarde desta segunda-feira (9)

Por Gustavo Bonotto | 09/10/2023 17:41
Produtores e secretários em reunião com o governador Eduardo Riedel, em Campo Grande. (Foto: Saul Schramm)
Produtores e secretários em reunião com o governador Eduardo Riedel, em Campo Grande. (Foto: Saul Schramm)

O governador Eduardo Riedel (PSDB) se reuniu com produtores rurais na tarde desta segunda-feira (9), em Campo Grande, para discutir ações que irão complementar a chamada "Lei do Pantanal", mas a portas fechadas.

A legislação será criada com o envolvimento dos diversos segmentos representativos de pessoas que vivem e atuam na região como ambientalistas, produtores rurais, pantaneiros e classe política.

Só ao fim da reunião, foi falado de maneira bem resumida um pouco sobre o clima do encontro. "Foi uma reunião importante com atores diretamente envolvidos na preservação do nosso principal bioma. Além da questão ambiental, é importante discutirmos o desenvolvimento sustentável da região, levando em conta o âmbito social, que impacta diretamente na vida do pantaneiro”, disse o tucano à imprensa.

O encontro reuniu ainda os secretários Jaime Verruck, Eduardo Rocha, André Borges, Marcelo Bertoni e além de representantes dos sindicatos rurais de diversos municípios da região pantaneira.

“Saímos mais animados da conversa, que é de extrema importância. Porque definimos alguns pontos, que para os produtores são essenciais para que tenha a preservação, mas não atrapalhe também a produção sustentável deles, dos produtores. Para nós o Pantanal é muito importante na produção”, afirmou o presidente da Famasul, Marcelo Bertoni.

A criação da primeira Lei do Pantanal foi anunciada pelo governador Eduardo Riedel em agosto deste ano, e é aguardada com expectativa e interesse de vários segmentos representativos da sociedade de Mato Grosso do Sul.

Enquanto é realizada a consulta às diversas frentes de discussão a fim de confeccionar a legislação, pontos importantes são apontados sobre a preservação do Pantanal, contemplando também o atendimento adequado da população que vive no local, e ainda a pecuária que tem significativa importância social e econômica.

O Pantanal, principal e maior bioma em Mato Grosso do Sul, mantém aproximadamente 85% de sua área preservada, mesmo após cerca de três séculos de ocupação humana. Ainda assim, o Governo do Estado assume o desafio de garantir a continuidade da conservação e sustentabilidade do desenvolvimento para a região.

Receba as principais notícias do Estado pelo celular. Clique aqui para entrar no canal do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias