A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2018

07/02/2018 12:43

Governo começa ano com 20 deputados na sua base aliada

Deputados do MDB confirmaram que continuam na base de sustentação da gestão tucana

Leonardo Rocha
Deputados Paulo Siufi, Rinaldo Modesto, José Carlos Barbosa e Herculano Borges (Foto: Assessoria/ALMS)Deputados Paulo Siufi, Rinaldo Modesto, José Carlos Barbosa e Herculano Borges (Foto: Assessoria/ALMS)

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) começa seu quarto ano de mandato, com 20 deputados na sua base aliada, tendo apenas a bancada do PT, com quatro integrantes, na condição de oposição. Até o MDB que terá candidato na sucessão estadual, confirmou que vai seguir ajudando a administração tucana.

"Começamos o ano com um forte apoio, tendo 20 deputados na base e nossa intenção é manter o diálogo sobre os assuntos internos e projetos, sempre ouvindo este ou aquele parlamentar que esteja insatisfeito com alguma situação", disse o líder do Governo, o deputado Rinaldo Modesto (PSDB).

Os deputados do MDB, Renato Câmara e Márcio Fernandes, seguiram o mesmo discurso, dizendo que o partido segue na base aliada, ajudando na parte administrativa, mesmo com projeto político diferente. "Vamos ajudar nos projetos importantes do governo, que forem bons para o Estado, já as divergências políticas serão na campanha e na eleição", explicou Fernandes.

Paulo Siufi (MDB), que tinha se declarado "independente" no ano passado, afirmou que segue na base aliada do governo, mais que vai avaliar o mérito dos projetos enviados. "Enquanto o MDB continuar na sustentação eu sigo junto, porém meu voto vai seguir a minha consciência".

Ele, no entanto, disse que esta condição (base) não vai impedi-lo de se posicionar politicamente a favor do ex-governador André Puccinelli (MDB), pré-candidato a sucessão estadual. "Uma coisa não interfere na outra".

Integrantes - A base aliada conta com os deputados: Renato Câmara, Antonieta Amorim, Junior Mochi, Paulo Siufi, Márcio Fernandes e Eduardo Rocha do MDB, além de Onevan de Matos, Rinaldo Modesto, Beto Pereira, Enelvo Feline, Mara Caseiro, Felipe Orro e Maurício Picarelli do PSDB.

Completam o grupo Paulo Correa e Grazielle Machado do PR, Zé Teixeira (DEM), George Takimoto (PDT), Lídio Lopes (PEN), José Carlos Barbosa (PSB) e Herculano Borges (SD). Estes parlamentares devem se dividir novamente em dois blocos, para indicarem quatro integrantes em cada comissão da Assembleia.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions