A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

22/02/2015 11:56

Igreja lança campanha, mas foca em ações para a reforma política

Leonardo Rocha e Mariana Rodrigues
Lançamento de campanha, tem pedidos para que fiéis participem da discussão sobre reforma política (Foto: Alcides Neto)Lançamento de campanha, tem pedidos para que fiéis participem da discussão sobre reforma política (Foto: Alcides Neto)

No lançamento da Campanha da Fraternidade de 2015, o arcebispo de Campo Grande, Dom Dimas de Lara, focou as ações deste ano na discussão sobre a reforma política do país, com a coleta de assinaturas que serão enviada para o Congresso Nacional. Foi pedido aos fiéis que além de buscar mais conhecimento sobre o tema, possam contribuir com a campanha.

O lançamento aconteceu nesta manhã (22), no Ginásio Poliesportivo Dom Bosco, que fica no bairro Monte Castelo. De acordo com a organização, 3 mil pessoas participaram do evento, que teve a missa e depois entrevista coletiva com o arcebispo da Capital.

No começo do evento haviam sido recolhidas apenas 350 assinaturas, por esta razão Dom Dimas fez questão de pedir aos fiéis para tomar mais conhecimento sobre o assunto e mesmo que divergir de algum item, participar do abaixo-assinado, para provocar a discussão em Brasília.

Entre os temas mencionados neste documento, está o fim do financiamento privado de campanha, a eleição em dois turnos, quando primeiro se elege o plano de governo e depois a lista de candidatos e uma participação maior da mulher no ato político. Também se pede a regularização dos referendos, plebiscitos e projetos de lei de iniciativa popular.

Esta campanha em favor da discussão da reforma política será ampliada nas igrejas, paróquias e sociedade civil. De acordo com o arcebispo, serão feitas cartilhas para facilitar a compreensão dos fiéis e assim estimular uma participação mais efetiva.

O objetivo deste movimento que envolve além da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), outras entidades e instituições, como a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), é recolher 1, 5 milhão de assinaturas, para que esta mudanças na legislação eleitoral possam entrar em vigor já na eleição do ano que vem.

Ações - A Campanha deste ano, que tem o tema "Fraternidade: Igreja e Sociedade", e o lema "Eu vim para servir", também irá ter ações em diversos locais, como em eventuais parcerias com escolas públicas e particulares, onde os estudantes poderão realizar atividades, entre elas a produção de redações sobre este assunto.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions