A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Agosto de 2017

07/12/2015 10:16

João Amorim vê Bernal, elogia tapa-buraco e prevê que ele se dará mal

Edivaldo Bitencourt e Antonio Marques
Bernal durante conversa com o empresário João Amorim (Foto: Divulgação)Bernal durante conversa com o empresário João Amorim (Foto: Divulgação)

O empresário João Alberto Krampe Amorim, dono da Proteco, encontrou-se, na manhã desta segunda-feira (7) com o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP). Segundo o prefeito, o empresário, que é acusado de tramar a sua cassação em 2014, elogiou o serviço tapa-buraco, mas previu que Bernal se “dará muito mal”.

Durante evento na Funsat (Fundação Municipal Social do Trabalho), o progressista revelou o encontro e voltou a acusar o empresário de tramar a sua cassação. O caso é investigado na Operação Coffee Break, do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), que teria encontrado indícios de compra de vereadores para tirar Bernal do cargo em 12 de março do ano passado. O encontro também ocorreu após a Proteco pedir recuperação judicial e responsabilizar Bernal pela crise econômica e financeira.

Na manhã de hoje, Bernal foi até a Rua dos Vendas, na vila homônima, conferir pessoalmente a operação tapa-buracos. Após conferir o trabalho dos operários, o chefe do Executivo contou que um carro parou perto e ele foi cumprimentar o motorista.

Ao baixar os vidros, o prefeito ficou cara a cara com o empresário João Amorim. “Era o homem que pagou para cassar o meu mandato”, lembrou o chefe do Executivo.

O empresário, segundo relato de Bernal, elogiou o serviço realizado no local e pelas equipes da operação tapa-buraco. A Proteco foi excluída do serviço por recomendação do MPE (Ministério Público Estadual). “O trabalho está bem feito”, disse o empresário, envolvido num dos maiores escândalos da história recente da Capital.

Em seguida, conforme Bernal, Amorim disse: “mas isso tudo vai acabar muito mal”. O progressista retorquiu: “o senhor está me ameaçando?”. “Não é ameaça, mas do jeito que as coisas estão indo, vão acabar muito mal”, respondeu Amorim.

Ao fazer uma avaliação do encontro inusitado, Bernal previu o pior para o desafeto. “Do jeito que as coisas vão indo, vão acabar mal para ele”, declarou aos participantes do evento.

Além da Proteco pedir recuperação judicial, João Amorim pode ser denunciado pelo MPE pela cassação de Bernal e já foi alvo de outra denúncia da Força-Tarefa do Ministério Público pelo desvio de R$ 2,9 milhões na construção da MS-228. Ele também é investigado na Operação Lama Asfáltica pela Polícia Federal e foi afastada da obra do Aquário do Pantanal pelo Governo do Estado.

Bernal ainda comparou a situação da Capital com a do País, em que a Câmara dos Deputados analisa o pedido de impeachment da presidente da República, Dilma Rousseff (PT). “Fiquem atentos, por trás de tudo isso, existem muitos interesses econômicos”, alertou.




O Juka falou tudo, vai acabar e está sempre indo mal para a população, estes politicos bandidos vão sempre se dar bem pois a cidade inteira está comprada, nenhum deles fica preso por mais de 3 dias, é uma vergonha, tinha que estar todo mundo na cadeia esperando pra ser julgados, são pessoas ricas, do meio dos bandidos e pra eles todos sumirem de uma hora pra outra não custa nada, provavelmente já estão soltos porque o poder publico está esperando eles sumirem pra arquivar tudo e terminar em pizza como sempre.
 
Max em 07/12/2015 13:41:19
Enquanto isso a 13 de junho, Rodolfo José Pinho, pedro Celestino etc...no centro estão uma vergonha. Bem a cara dessa administração caótica...!
 
Barbarossa em 07/12/2015 11:58:27
Quem está se dando mal? O povo, como sempre!
 
jukahballakid em 07/12/2015 10:54:56
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions