ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, QUARTA  17    CAMPO GRANDE 23º

Política

Justiça aponta que petista usou estrutura de MS para atacar Aécio no Twitter

Liana Feitosa | 17/06/2015 10:19

Dados entregues à Justiça apontam que um petista disseminou mensagens virtuais de acusação contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG) a partir de estruturas de três estados diferentes: Rio de Janeiro, Brasília e Mato Grosso do Sul.

As mensagens atribuem a Aécio práticas de tráfico e consumo de drogas. De acordo com a Folha de S. Paulo, essas informações foram entregues pelo Twitter ao judiciário de São Paulo após processo aberto por Aécio contra usuários do site.

Márcio de Araújo Benedito usou o perfil dele na rede social para postar as mensagens. Ele é chefe da divisão de "projetos e tecnologias educacionais" do Serpro em Belo Horizonte.

Filiado ao PT, ele faz parte da comissão de ciência e tecnologia da sigla em Minas, segundo a Folha de S. Paulo. O perfil dele no Twitter está entre os 55 que são alvo de ação judicial de Aécio durante a campanha presidencial do ano passado.

Na ação, Aécio pediu a quebra do sigilo de dados dos perfis para tentar identificar os autores da postagens. Segundo os dados entregues à Justiça, o petista também usou equipamentos da rede nacional de ensino e pesquisa, uma organização social ligada aos Ministérios da Educação e da Ciência e Tecnologia. Todos os órgãos negaram vínculo com o caso.

Procurado pela reportagem da Folha, Benedito negou ter feito comentários que possam ser interpretados como uma vinculação do senadro ao tráfico e ao uso de drogas.

Nos siga no Google Notícias