A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

17/06/2015 10:19

Justiça aponta que petista usou estrutura de MS para atacar Aécio no Twitter

Liana Feitosa

Dados entregues à Justiça apontam que um petista disseminou mensagens virtuais de acusação contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG) a partir de estruturas de três estados diferentes: Rio de Janeiro, Brasília e Mato Grosso do Sul.

As mensagens atribuem a Aécio práticas de tráfico e consumo de drogas. De acordo com a Folha de S. Paulo, essas informações foram entregues pelo Twitter ao judiciário de São Paulo após processo aberto por Aécio contra usuários do site.

Márcio de Araújo Benedito usou o perfil dele na rede social para postar as mensagens. Ele é chefe da divisão de "projetos e tecnologias educacionais" do Serpro em Belo Horizonte.

Filiado ao PT, ele faz parte da comissão de ciência e tecnologia da sigla em Minas, segundo a Folha de S. Paulo. O perfil dele no Twitter está entre os 55 que são alvo de ação judicial de Aécio durante a campanha presidencial do ano passado.

Na ação, Aécio pediu a quebra do sigilo de dados dos perfis para tentar identificar os autores da postagens. Segundo os dados entregues à Justiça, o petista também usou equipamentos da rede nacional de ensino e pesquisa, uma organização social ligada aos Ministérios da Educação e da Ciência e Tecnologia. Todos os órgãos negaram vínculo com o caso.

Procurado pela reportagem da Folha, Benedito negou ter feito comentários que possam ser interpretados como uma vinculação do senadro ao tráfico e ao uso de drogas.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions