A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

17/02/2018 18:41

Líder do MSTB réu por incêndio em fazenda é solto após 5 meses

Liberdade provisória, sem pagamento de fiança, foi concedida na quinta-feira

Aline dos Santos
Vanildo foi preso em setembro do ano passado.
(Foto: Helio de Freitas)Vanildo foi preso em setembro do ano passado. (Foto: Helio de Freitas)

Líder do MSTB (Movimento Sem-Terra do Brasil) em Mato Grosso do Sul, Vanildo Elias de Oliveira, 43, conhecido como “Douglas”, deixou neste sábado (dia 17) a PED (Penitenciária Estadual de Dourados).

A liberdade provisória, sem pagamento de fiança, foi concedida na quinta-feira (dia 15) pelo juiz da 2ª Vara Criminal de Dourados, Marcus Vinícius de Oliveira Elias. A decisão prevê que ele deve comparecer à audiência marcada para 23 de abril e não sair do Estado sem prévia autorização judicial.

Vanildo foi preso em 19 de setembro do ano passado e, desde então, teve diversos pedidos de liberdade negado. Em outubro, Justiça aceitou denúncia do Ministério Público e ele virou réu por ameaça, crimes contra o meio ambiente e o patrimônio genético, dano qualificado, desobediência, incêndio, incitação ao crime, e formação de quadrilha ou bando.

Na presença de policiais militares e do oficial de Justiça, Douglas teria incitado os demais trabalhadores sem-terra a colocarem fogo na fazenda invadida, localizada na margem da BR-463, para impedir o despejo.

O imóvel rural pertence à família do pecuarista José Carlos Bumlai, amigo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e já condenado na operação Lava Jato.

Douglas foi preso em um hospital de Miranda, depois de ser espancado por seguranças de fazendeiros daquela região, no dia seguinte ao despejo.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions