A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

26/02/2014 12:48

Londres diz que PR só define apoio, após decisão de André sobre Senado

Leonardo Rocha
Londres diz que PR irá esperar decisão de André para definir aliança em MS (Foto: Divulgação)Londres diz que PR irá esperar decisão de André para definir aliança em MS (Foto: Divulgação)

O presidente estadual do PR, o deputado Londres Machado, afirmou que o partido só vai definir quem vai apoiar nesta eleição no Estado, após o governador André Puccinelli (PMDB) decidir se sai ou não candidato ao Senado.

“A eleição vai ficar fácil de definir após o início de abril, já que iremos saber se o governador André Puccinelli (PMDB) será candidato ao Senado, se ele disputar a eleição terá o nosso apoio, vamos acompanhar a sua orientação”, afirmou Londres.

O deputado fez questão dizer que se Puccinelli se candidatar ao Senado, a campanha do ex-prefeito Nelsinho Trad (PMDB) se fortalece e ganha força no Estado.

“Será uma grande ajuda para o Nelsinho (Trad), pois se o André sair na mesma chapa irá puxar muitos votos para ele, não temos dúvida da força política do governador”, apontou ele.

Londres ainda indicou que nesta campanha existe mais aliança entre pessoas do que “propriamente” de partidos, mas que estas parcerias devem ser feitas por legendas.

“Existe uma discussão e debate com os partidos, mas quando existe aliança cada um fica responsável por indicar seus representantes”, ressaltou ele.

Condição – O presidente estadual do PR fez questão de dizer que o partido almeja a “indicação de vice” nesta campanha eleitoral, já que acredita que a legenda deve disputar a eleição na majoritária.

“Na aliança que decidirmos participar queremos indicar o vice, está é uma das nossas prioridades nesta eleição, vamos esperar abril para saber a definição”.

Reeleição - Londres também declarou, na sessão de hoje (26), que não irá disputar a reeleição para o legislativo estadual. Antes, ele havia dito que esta decisão ficaria para abril, mas confirmou que não pretende sair candidato neste ano.

O deputado já havia declarado que caso não fosse candidato, iria apoiar a sua filha, a vereadora Grazielle Machado (PR), para que esta continuasse a sua "trajetória" política no Estado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions