A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

03/02/2014 17:14

Londres irá ouvir direção nacional do PR, antes de fechar aliança

Leonardo Rocha
Londres diz que irá pedir orientação da direção nacional do PR em relação as alianças locais (Foto: Divulgação)Londres diz que irá pedir orientação da direção nacional do PR em relação as alianças locais (Foto: Divulgação)

O presidente regional do PR, o deputado Londres Machado, afirmou hoje (3), durante o retorno das atividades na Assembleia, que o seu partido só vai decidir que aliança irá fechar no Estado, após ouvir a orientação da sua direção nacional.

“Ainda teremos várias reuniões para decidir esta questão, está cedo para definir, pode ficar para abril, iremos conversar com a direção nacional em Brasília, saber qual a melhor alternativa para depois termos uma resposta final”, afirmou ele.

Londres também ponderou que pretende ouvir os filiados, prefeitos e ex-prefeitos do partido, para que se chegue a um entendimento. “Gostaríamos de ter uma participação na eleição majoritária, mas antes disto vamos ouvir todo mundo”.

Opção – O presidente regional ressaltou que o secretário de Obras e deputado federal licenciado, Edson Giroto, pode ser uma opção de vice nesta campanha, em função de ser um nome "forte" na política estadual e uma “peça” importante do partido.

“O vice precisa ajudar e não atrapalhar, saberemos apenas que quadro político irá se desenhar na época das convenções partidárias”.

O PR está entre os partidos “cobiçados” deste início do ano, as principais lideranças do PMDB já disseram que pretendem contar com a legenda, definida como uma “aliada tradicional”.

O presidente regional do PMDB, o deputado Junior Mochi, chegou a declarar que o PR, assim como outras legendas, poderia indicar o vice do ex-prefeito Nelsinho Trad (PMDB).

Indefinição – Londres não definiu se irá novamente buscar a reeleição ou se pretende apoiar sua filha, a vereadora Grazielle Machado (PR), para uma vaga na Assembleia Legislativa. “Esta definição ficará para abril, depois irei decidir sobre isto”.

O deputado havia dito, ano passado, que caso resolvesse não disputar a eleição, iria colocar toda a sua base eleitoral a disposição da vereadora, para que ela continuasse sua trajetória política.

Temer diz que adiamento da reforma da Previdência foi 'ótimo' para ganhar votos
O presidente Michel Temer procurou mostrar otimismo ao falar sobre a reforma da Previdência ao dar posse ao deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) c...
Diretor da PF entrega ao STF relatório de investigação sobre ministros
O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, entregou hoje (15) à ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), um re...
TRE realiza plantão para cadastramento biométrico neste sábado na Capital
O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) realiza neste sábado mais um plantão para atender eleitores de Campo Grande que ainda nã...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions