A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

13/01/2009 18:01

Lula discute em MS infraestrutura e combate ao tráfico

Redação

Durante a visita que fará a Mato Grosso do Sul, o presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva, discutirá temas como: financiamentos à infraestrutura, comércio e combate ao narcotráfico. A previsão é que ele desembarque às 9h40 de quinta-feira (15/01) em Corumbá, município distante 426 quilômetros de Campo Grande.

Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura de Corumbá, a comitiva presidencial desembarca no Aeroporto Internacional de Corumbá e depois segue para Arroyo Concepción, onde será realizada solenidade com a presença do presidente Evo Morales.

Em seguida, o presidente desloca-se para o 6º Distrito Naval, em Ladário, onde haverá reunião privada com o presidente boliviano, às 11 horas. O encontro será seguido de reunião conjunta das comitivas brasileira e boliviana, bem como de cerimônia de assinatura de atos e declaração à imprensa.

Na reunião de trabalho na Marinha, estão na pauta de discussões o financiamento, pelo governo brasileiro, para a construção de estrada entre Villa Tunari e San Ignacio de los Moxos, de 306 quilômetros, projeto identificado como prioritário pelo governo boliviano. Os presidentes também deverão avaliar o aprofundamento da cooperação bilateral no combate ao narcotráfico.

Em dezembro de 2008, foi firmado o Plano Operativo que constitui base para as ações a serem desenvolvidas no ano de 2009. O Brasil é o principal parceiro da Bolívia e também o maior investidor.

A assessoria de imprensa da prefeitura aponta ainda que o intercâmbio entre os dois países tem crescido e chegou a cerca de US$ 4 bilhões em 2008, contra US$ 2,5 bilhões em 2007. O governo brasileiro visa contribuir para a diversificação da pauta comercial por meio de ações de cooperação industrial e iniciativas de acesso a mercados.

Reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, diz Meirelles
A reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, de acordo com o ministro da Fazenda Henrique Meirelles. A declaração foi dada na noite de...
Quanto mais reforma demorar, mais dura será correção, diz ministro
Caso o governo não consiga aprovar a reforma da Previdência ainda este ano, conseguirá em 2018, disse hoje (11) o ministro do Planejamento, Dyogo Oli...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions