A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Agosto de 2018

07/12/2016 11:23

Maior desafio será conter deficit nas contas da Prefeitura, diz Pedrossian

Paulo Nonato de Souza e Mayara Bueno
Pedro Pedrossian Neto na manhã de hoje em prestação de contas da prefeitura. (Foto: Mayara Bueno)Pedro Pedrossian Neto na manhã de hoje em prestação de contas da prefeitura. (Foto: Mayara Bueno)

A situação financeira da Prefeitura de Campo Grande é muito difícil e o maior desafio da nova gestão será superar o deficit operacional, disse na manhã desta quarta-feira (7) o economista Pedro Pedrossian Neto, membro da equipe de transição do prefeito eleito, Marquinhos Trad (PSD), durante evento de apresentação do balanço da administração do prefeito atual, Alcides Bernal (PP), no auditório da Semed (Secretaria Municipal de Educação).

Segundo ele, a Prefeitura fechou o exercício de 2015 com um déficit de R$ 216 milhões e este ano o déficit tem estado na casa de R$ 25 milhões a 30 milhões por mês. “Prioridade máxima é resolver a questão desse déficit”, afirmou Pedro Pedrossian Neto, referindo-se à gestão de Marquinhos Trad, que tomará posse em 01 de janeiro de 2017 para quatro anos de mandato.

Pedro Pedrossian Neto foi enfático ao declarar que, enquanto essa situação não for equacionada o novo prefeito não conseguirá desenvolver outros tipos de investimentos. Porém, não soube quantificar até que ponto áreas importantes, como saúde e educação estarão comprometidas pelas finanças do município.

“Não sabemos o quanto vai comprometer e não queremos que chegue a esse ponto. Em momento de crise é difícil aumentar a receita, e penso que a saída pode ser corte de despesas, enxugamento da máquina”, declarou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions