A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

16/07/2012 17:18

Mais de 40 candidatos a prefeito são impugnados em MS, aponta TSE

Fabiano Arruda
Candidato à Prefeitura de Campo Grande, Alcides Bernal teve candidatura contestada. (Foto: Rodrigo Pazinato)Candidato à Prefeitura de Campo Grande, Alcides Bernal teve candidatura contestada. (Foto: Rodrigo Pazinato)
Professor Sidney Melo, que concorre à Prefeitura da Capital PSOL, também teve candidatura questionada. (Foto: Rodrigo Pazinato)Professor Sidney Melo, que concorre à Prefeitura da Capital PSOL, também teve candidatura questionada. (Foto: Rodrigo Pazinato)

Quarenta e três dos 206 candidatos a prefeito nas eleições deste ano sofreram impugnação, segundo dados do registro de candidaturas do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), o “DivulgaCand”, atualizado até esta tarde.

Eles tiveram suas candidaturas contestadas, serão notificados e, a partir disso, têm sete dias para apresentar sua defesa. Após o prazo o juiz eleitoral de cada município defere ou não a impugnação.

Ao todos, conforme o sistema, candidaturas em 29 cidades foram questionadas. Os motivos, no entanto, ainda não são especificados.

Em Campo Grande, o deputado estadual Alcides Bernal (PP) e o professor Sidney Melo (PSOL) sofreram impugnações.

Acusado de ser mandante da morte do vereador Carlos Antônio da Costa Carneiro, Manoel Nunes da Silva (PR) teve a candidatura impugnada à Prefeitura de Alcinópolis.

Em Camapuã, os quatro concorrentes foram impugnados: Xitão (PSDB), Andrea Miranda (PT), Marcelo Duailibi (DEM), que concorre à reeleição, e Moyses Nery (PMDB). A situação ocorre em Jaraguari com os dois concorrentes à Prefeitura: Professor Ionedes (PSB) e Vaguinho (PDT).

Em Ribas do Rio Pardo, os três que disputam o pleito também tiveram candidaturas questionadas. João Alfredo (PHS), Zé Cabelo (PSDB) e Roberson (PPS).

Em Corumbá, Elano Almeida (PPS) e Solange Alves (PMDB) tiveram as candidaturas contestadas.

Dois candidatos a prefeito aparecem como inelegíveis. Maria Viana, candidata em Deodápolis, e o deputado estadual Diogo TIta (PPS), que concorre em Paranaíba, aparecem com a descrição “com notícia de inegibilidade”. O nome dos dois consta na última lista divulgada pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado) de políticos com contas reprovadas. Ao total são 158 nomes.

A lista também conta com o nome de Enelvo Felini (PSDB), candidato à Prefeitura de Sidrolândia. Ele também teve a candidatura impugnada.

Embora os dados do “DivulgaCand” sejam oficiais, ainda não estão atualizados. A informação é confirmada pelo próprio TRE/MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul).

Em Dourados, a candidatura de Keliana Fernandes (PSC) foi contestada, segundo informações de sites de notícias locais. O mesmo ocorreria com Fauzi Suleiman (PMDB), que disputa a reeleição em Aquidauana. Conforme o site Diarionline, Paulo Duarte e Marco Antônio Oliva Monje (PSTU) também foram impugnados. Em Bela Vista, os dois candidatos foram impugnados.

Confira a relação de impugnados, conforme o sistema da Justiça Eleitoral:

Alcinópolis

Manoel Nunes da Silva (DEM)

Aparecida do Taboado

Djalma Lucas Furquim (PDT)

Aral Moreira

Irimar Carvalho Costa (PR)

Bandeirantes

Marcio Faustino de Queiroz (PSD)

Bela Vista

Abraão Armoa Zacarias (PMDB) e Renato de Souza Rosa (PSB)

Bonito

Geraldo Marques (PDT)

Camapuã

Altmir Adbias Juvêncio de Almeida, o Xitão (PSDB)

Andrea Miranda (PTB)

Marcelo Duailibi (DEM)

Moyses Nery (PMDB)

Campo Grande

Alcides Bernal (PP)

Professor Sidney Melo (PSOL)

Caracol

Manoel dos Santos Viais (PT)

Cassilândia

Carlos Augusto da Silva (DEM)

Jair Boni (PSDB)

Chapadão do Sul

João Carlos Krug (PMDB)

Coronel Sapucaia

Rudi Paetzold (PMDB)

Corumbá

Elano de Almeida (PPS)

Solange Oliveira (PMDB)

Coxim

Professor Bira (PT)

Deodápolis

Maria Viana (PT)

Guia Lopes

Jair Scarpini (PSDB)

Laudemir Morais (PSC)

Iguatemi

Dr. Lídio (PDT)

Itaquiraí

Ricardo Favaro (PSDB)

Jaraguari

Professor Ionedes (PSB)

Vagner Gomes Vilela, o Vaguinho (PDT)

Jardim

Odilon do Prado (PSDC)

Ladário

Munir Sadeq Ramunieh (PMDB)

Nova Alvorada do Sul

Juvenal de Assunção Neto (PSDB)

Paranaíba

Diogo Robalinho de Queiroz, o deputado estadual Diogo Tita (PPS)

Ponta Porã

Álvaro Soares (PR)

Hélio Peluffo Filho (PSDB)

Ribas do Rio Pardo

João Alfredo (PHS)

Zé Cabelo (PSDB)

Roberson Moureira (PPS)

Rio Verde

José de Oliveira (PMDB)

Mário Kruger (PT)

Sidrolândia

Enelvo Felini (PSDB)

Sonora

Luiz Carlos Simões (PDT)

Tacuru

Marcia Regina Cardoso Norbutas (PT)

Paulo Pedro Rodrigues, o Pedrinho (DEM)



Eu não vi IMPUGNAÇÃO DE CANDIDATO NA CIDADE DE BODOQUENA!!!, será que ainda vai haver? É esperar para conferir.
 
Valdir Pereira em 18/07/2012 08:06:24
NÃO SÃO DOIS CANDIDATOS A FAZEREM PARTE DA LISTA DO TCE E CITADOS COMO INELEGIVEIS. O CANDIDATO ZÉ CABELO, DE RIBAS DO RIO PARDO TAMBÉM FAZ PARTE DA LISTA DOS "FICHAS SUJAS", BASTA O CG NEWS OLHAR DIREITINHO QUE ESTÁ LÁ, UM TAL DE JOSÉ DOMINGOS RAMOS. INCLUSIVE, FOI O MPE QUEM PEDIU A IMPUGNAÇÃO DA CANDIDATURA DO MESMO.
 
Omar Casarin em 16/07/2012 09:23:40
iihhuuuuuuuuuullllllll!!!
Tomara que o TRE seja rigoroso com todos eles. Tem até suspeito de homicídio nessa lista. Faça me o favor!! E vc eleitor vote com consciência.
 
Douglas Silva em 16/07/2012 07:57:36
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions