A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

18/05/2012 15:41

Marçal espera ajuda de Puccinelli para conseguir alianças em Dourados

Wendell Reis

Após ser ungido, Marçal Filho começou corrida por aliados

Marçal diz que campanha será com poucos recursos (Foto: Wendell Reis)Marçal diz que campanha será com poucos recursos (Foto: Wendell Reis)

O deputado federal Marçal Filho (PMDB) espera contar com o apoio do governador André Puccinelli (PMDB) para conquistar alianças em Dourados. O deputado federal foi anunciado na segunda-feira (14) como pré-candidato do PMDB a Prefeitura de Dourados. Após o anúncio, seguiupara Brasília e só voltou ontem (17). Porém, nesta sexta-feira já iniciou a busca por alianças na segunda maior cidade do Estado.

Marçal já se reuniu com o deputado estadual George Takimoto (PSL), com o presidente estadual do DEM, Zé Teixeira, com o PTdoB e PSC. Ele afirma que as conversas devem se intensificar, para que o partido realize a convenção nos primeiros dias do prazo, que vai de 10 a 30 de junho.

O deputado entende que as conversas foram “auspiciosas”, visto que os partidos se interessaram em conversar e afirmaram que ainda não há compromisso de aliança com nenhum partido no Município. Para a conquista de um número maior de aliados, Marçal espera o apoio de Puccinelli na conversa com lideranças estaduais. Ele conta que já pediu para o governador lhe ajudar nas articulações.

Candidatura firme - Marçal afirma que são falsas as afirmações de que o PMDB não terá candidatura para valer em Dourados e diz que é um absurdo pensar que após quatro mandatos como deputado federal, sendo o mais votado em Dourados, se prestaria a este papel. “Tenho responsabilidade aqui. Seria um absurdo da minha parte brincar com um tipo de coisas dessas”.

O deputado não teme a convenção e acredita que o PMDB deve aprovar a candidatura própria, mesmo que opositores dentro do partido levem adiante o projeto de aliança. Com relação a campanha, Marçal Filho diz que será do “tostão contra o milhão e com o pé no chão”.

O deputado diz que já está avisando os aliados que a campanha será com recursos mínimos e andanças de casa em casa. Ele pretende convencer a população de que Dourados precisa de uma sacudida, pois cresce por osmose e sem incentivo do Poder Público.

Ajuda garantida- O deputado Geraldo Resende (PMDB), derrotado por Marçal nas pesquisas do PMDB, afirma que vai estar no “batalhão de infantaria”, lutando pela campanha do PMDB. Ele garante que a campanha não será de faz conta e terá o apoio verdadeiro do prefeito Nelson Trad Filho (PMDB) e do governador André Puccinelli.



É isso que os douradenses esperam do PMDB e Marçal - opção democratica para propostas que forem apresentadas para a população, para a escolha DO MELHOR PROJETO.
 
JORGE GROSCH em 20/05/2012 09:45:34
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions