A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

15/07/2013 20:35

Membros de CPI da Saúde em MS vão se reunir com ministro nesta 3ª

Nyelder Rodrigues e Helton Verão

Os deputados estaduais membros da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Saúde que investiga supostas irregularidades no repasse de verbas para o SUS em 11 cidades sul-mato-grossense, vão se reunir nesta terça-feira (16) com o ministro da Saúde, Alexandre Padilha.

Anteriormente, a reunião deveria ter ocorrido no último dia 2, mas teve que ser adiada para amanhã, às 17h30, em Brasília. Os senadores Waldemir Moka (PMDB) e Delcídio do Amaral (PT) intermediaram o pedido de encontro com o ministro.

Conforme o presidente da CPI, o deputado estadual Amarildo Cruz (PT), a conversa vai girar em torno das investigações, com repasse de informações sobre a atual situação constatada pela comissão.

“Vamos passar o que acontece aqui ao ministro, para que o Mato Grosso do Sul seja exemplo para outros estados e não aconteça o mesmo problema com eles”, afirmou o deputado.

Além disso, o encontro vai discutir a quantidade de aparelhos aceleradores lineares (usados na radioterapia para emitir a radiação usada nos tratamentos oncológicos) o Ministério da Saúde tem disponíveis para o Mato Grosso do Sul.

A divergência é se há três ou cinco equipamentos destinados para o Estado, mas parados no Ministério por causa da recusa dos mesmos, já que o tratamento era feito de forma terceirizada pela empresa NeoRad, do médico Adalberto Siufi.

A CPI da Saúde da Assembleia Legislativa é composta por, além de Amarildo Cruz, Lauro Davi (PSB, vice-presidente), Junior Mochi (PMDB, relator), Mauricio Picarelli (PMDB, vice-relator) e Onevan de Matos (PSDB, membro).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions