A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

13/07/2016 11:10

Mídia e Reinaldo são “armas” dos tucanos para Rose vencer na Capital

Lucimar Couto
Mudança na comunicação do governo, O publicitário Rodrigo Mendes e o jornalista Ricardo Campos.Mudança na comunicação do governo, O publicitário Rodrigo Mendes e o jornalista Ricardo Campos.

O volume “descomunal” de inserções no horário eleitoral gratuito de rádio e televisão e a “força eleitoral” do governador Reinaldo Azambuja são os ingredientes principais no marketing que o PSDB prepara para levar a professora Rose Modesto a Prefeitura de Campo Grande.

A estratégia, segundo o publicitário Rodrigo Mendes, que vai coordenar a campanha, é usar os “produtores consolidados” do governo, como Caravana da Saúde, e a “boa avaliação”do governador em Campo Grande – 59% de aprovação na última pesquisa – para associar a candidata aos “bons exemplos” de gestão do governo tucano.

No período do horário eleitoral gratuito – 16 de agosto a 29 de setembro – serão 70 minutos diários, que poderão ser divididos em inserções de 30 segundos ou 1 minuto, distribuidos entre os candidatos majoritários (60%) e os proporcionais (40%). Os candidatos a vereador não vão participar do horário corrido. Só entrar nos comerciais.

Os números das pesquisas apresentados até agora, que colocam a candidata do PSDB em terceiro lugar, “são provisórios”, segundo Mendes. Ele está convencido de que a tucana tem seu lugar reservado no segundo turno. E aposta suas fichas nos números em que mostram altas taxas de rejeição dos adversários.

Do bolo publicitário eleitoral, a maior fatia será de Rose Modesto. O tamanho pode até ser ampliado, dependendo das alianças partidárias. É essa exposição na mídia, avalia o publicitário, que vai garantir o crescimento da candidata.

Um dos trunfos é apresentá-la como aliada de Reinaldo Azambuja, “o que vai garantir, numa eventual administração do PSDB em Campo Grande, parcerias sólidas e duradouras em projetos para a cidade”.

Para Mendes, boa parte dos problemas que Campo Grande enfrenta hoje está na falta de sintonia do prefeito Alcides Bernal (PP) com o governo do Estado.

Para se dedicar a campanha, Rodrigo Mendes deixou a Subsecretaria de Comunicação do Governo. No seu lugar assume o jornalista Ricardo Campos. Além da campanha de Rose Modesto, Mendes vai  direcionar as linhas estratégicas do marketing dos tucanos em cidades do interior de Mato Grosso do Sul.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions