A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

09/08/2013 11:30

Moka destaca aprovação de PEC que autoriza médicos militares a atender no SUS

Leonardo Rocha
Moka destaca que esta autorização irá contribuir com a saúde pública do país (Foto: Divulgação)Moka destaca que esta autorização irá contribuir com a saúde pública do país (Foto: Divulgação)

O senador Waldemir Moka (PMDB) afirmou que a aprovação da PEC (Proposta de Emenda a Constituição) que autoriza os médicos das Forças Armadas a atuarem no SUS (Sistema Único de Saúde) irá favorecer e fortalecer a saúde pública no país. A proposta que foi aprovada em dois turnos na última quarta-feira no Senado Federal, agora segue para a Câmara dos Deputados.

“Fiquei muito feliz em liderar uma PEC que libera os médicos militares a trabalharem na prefeitura, antes não podia este contato, conseguimos fazer esta mudança”, destacou Moka. Segundo o senador, ele sugeriu esta proposta na CCJ (Comissão de Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania) e descobriu que já havia este projeto no legislativo. “Então aproveitamos e já enviamos ao plenário”, acrescentou.

O senador ainda destacou durante a visita do ministro da pesca, Marcelo Crivela, realizada ontem em Campo Grande, que a proposta aprovada era de Crivela quando ele estava no senado. “Como aprovamos seu projeto, ele precisa ser bonzinho aqui com Mato Grosso do Sul”, destacou ele.

Aprovação – A PEC dos médicos militares teve aprovação unânime no Senado Federal e ainda contou com a participação do ministro da saúde, Alexandre Padilha. Segundo o Ministério da Defesa existem 3,8 mil médicos militares no país, sendo que 1,2 mil são temporários. Esta ação será integrada ao programa “Mais Médicos” que está sendo executada pela presidente Dilma Rousseff (PT).

Senado aprova PEC que permite médico militar atuar no SUS
O Senado aprovou hoje (7), em dois turnos, a Proposta de Emenda à Constituição 122/2011, que permite aos médicos militares atenderem pelo Sistema Úni...
Tribunal marca julgamento da apelação de Lula para janeiro de 2018
O Tribunal Regional Federal (TRF) da 4ª Região, sediado em Porto Alegre, marcou para 24 de janeiro de 2018 o julgamento da apelação do ex-presidente ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions