A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

07/09/2015 12:26

Moka espera que Alcides Bernal possa tirar a cidade do marasmo

Leonardo Rocha e Aline dos Santos
Moka disse que vai ajudar a cidade e espera que Bernal possa melhorar a Capital (Foto: Marcos Ermínio)Moka disse que vai ajudar a cidade e espera que Bernal possa melhorar a Capital (Foto: Marcos Ermínio)

O senador Waldemir Moka (PMDB), que voltou a coordenar a bancada de Mato Grosso do Sul, no Congresso Nacional, disse que espera que com o retorno de Alcides Bernal (PP) a prefeitura de Campo Grande, o progressista possa tirar a cidade do marasmo e assim volte a trazer o desenvolvimento da Capital.

O peemedebista destacou que ele como parlamentar vai trabalhar para ajudar a cidade, assim como toda bancada federal do Estado e que neste momento é preciso respeitar a decisão da Justiça, que por meio a 1° Câmara Cível do TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), acatou a liminar que determinava o retorno de Bernal.

“Ele voltou com decisão da Justiça, de forma legal, há duas semanas retomei a coordenação da bancada no Congresso e vamos ajudar a cidade, espero que ele tire a Capital do marasmo”, disse o senador, durante o desfile de comemoração ao dia da Independência, em Campo Grande.

Sobre a situação da Câmara Municipal, que pode ter mais vereadores afastados em função de quebra de decoro parlamentar, o senador preferiu adotar a cautela, ao dizer que ainda é muito cedo para fazer qualquer avaliação sobre os parlamentares.

Durante a manhã, o deputado federal Carlos Marun (PMDB), também comentou o retorno de Bernal, ao dizer que iria apoiar e ajudar a administração do prefeito e que defende a ideia de parceria, sem pedir cargos no primeiro escalão da administração para o PMDB.

Ele ainda lembrou que a população de Campo Grande já vem sofrendo demais com a instabilidade política na cidade, que começou desde 2013, com a posse de Bernal. O peemedebista inclusive já participou de uma reunião com o prefeito, quando este foi visitar a Assembleia Legislativa. Nesta oportunidade, destacou que não se pode esperar muito de Brasília, porque o governo federal está em grave crise financeira.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions