A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Fevereiro de 2020

19/01/2020 13:51

Moro diz que fugitivos “vão ganhar passagem só de ida” a presídio federal

Fuga de 75 presos do PCC põe em alerta autoridades paraguaias e brasileiras na fronteira

Izabela Sanchez
Banheiro sujo em ala do PCC no Presídio paraguaio mostra indícios de túnel escavado (Foto: Divulgação)Banheiro sujo em ala do PCC no Presídio paraguaio mostra indícios de túnel escavado (Foto: Divulgação)

Após a fuga de 75 presos do PCC (Primeiro Comando da Capital) do Presídio de Pedro Juan Caballero – 40 deles brasileiros – o Ministro da Justiça Sérgio Moro declarou que, se recapturados, “vão ganhar passagem só de ida para presídio federal”.

“Estamos trabalhando junto com as forças estaduais para impedir a reentrada no Brasil dos criminosos que fugiram de prisão do Paraguai. Se voltarem ao Brasil, ganham passagem só de ida para presídio federal. Estamos à disposição também para ajudar o Paraguai na recaptura desses criminosos. O Paraguai tem sido um grande parceiro na luta contra o crime”, disse o ministro no Twitter.

A ministra da Justiça do Paraguai Cecilia Pérez apresentou a renúncia ao cargo neste domingo (19), mas segundo o jornal paraguaio ABC Color, o presidente Mario Abdo Benítez não aceitou a demissão.

Os presos fugiram na madrugada deste domingo deixando para trás duas celas no pavilhão B, ala do PCC no presídio, e as autoridades já falam em forte esquema de corrupção de agentes penitenciários e diretores para a fuga. Ainda assim, um túnel foi escavado de dentro da ala pelos presos, que empilharam sacos de areia nas celas.

O ministro do interior no Paraguai, Euclides Acevedo, chegou a declarar que “a maioria fugiu pelo portão principal” e que o túnel serviu apenas para legitimar a fuga. Conforme apurou o Campo Grande News, aproximadamente 30 agentes penitenciários foram presos como medida preventiva das investigações.

Segundo o UOL, o governo paraguaio anunciou o afastamento de Joaquín González, diretor-geral de estabelecimentos penitenciários; Matías Vargas, chefe da Segurança e Cristian González, diretor do presídio.

Pelo twitter, a senadora paraguaia Lilian Samaniego lamentou a renúncia voluntária da ministra da Justiça, que chamou de “grande perda para o governo nacional”. “Ela representava a coragem e a valentia da mulher paraguaia”, disse.

De elite a pistoleiros – A lista oficial a qual teve acesso o Campo Grande News mostra que fugiram do presídio “da elite do PCC a pistoleiros de narcotraficante”. Dos 75 presos que fugiram, 40 são brasileiros, alguns envolvidos em episódios polêmicos com a justiça paraguaia.

Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp


Essa é muito boa.
O marreco de Maringá aproveitando a onda pra gargantear.
 
Critico em 20/01/2020 08:51:36
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions