A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

22/06/2010 08:53

MS tem 87 inelegíveis com contas rejeitadas pelo TCU

Redação

O TCU (Tribunal de Contas da União) divulgou a "lista suja" de condenações por rejeição de contas, que inclui 87 agentes públicos de Mato Grosso do Sul. Entre eles, ex-prefeitos, ex-secretários, dois ex-reitores da UFMS e até o atual dirigente da Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural), José Antônio Roldão.

Figuram ainda na lista empresários de renome no Estado, como Jorge Elias Zahran e Luis Landes da Silva Pereira.

Em todo o País, 7.854 contas foram julgadas irregulares de 4.922 gestores, que estão inelegíveis por oito anos, conforme o relatório do TCU.

O interessado pode concorrer apenas se esta decisão tiver sido suspensa ou anulada pelo Poder Judiciário.

O líder em condenações é o Estado do Maranhão, com 728 registros, seguido pela Bahia com 700 e Distrito Federal com 614.

Nomes conhecidos da política sul-mato-grossense figuram na lista de condenados pelo TCU.

Entre eles, os ex-prefeitos Braz Melo e Humberto Teixeira (Dourados),

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions