A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

26/02/2014 14:26

Murilo conversa com André e admite disputar o governo do Estado

Kleber Clajus
Murilo Zauith admite disputar o governo do Estado (Foto: Divulgação)Murilo Zauith admite disputar o governo do Estado (Foto: Divulgação)

Murilo Zauith (PSB) está caminhando para se tornar a terceira via na sucessão de André Puccinelli (PMDB). Ontem os dois conversaram longamente sobre o projeto. O prefeito de Dourados ficou entusiasmado e admite sua candidatura ao governo do Estado este ano.

Ao Campo Grande News, Murilo relevou que a conversa com André não foi definitiva, mas foi dado passo importante no sentido da candidatura e que outros encontros estão agendados com o próprio governador e com partidos que eventualmente possam participar do seu projeto político.

O prefeito de Dourados não diz abertamente, mas deixa transparecer que só será candidato se tiver o aval de Puccinelli, de quem foi vice no mandato anterior do peemedebista e mantém, até hoje, relação de fidelidade.

Murilo acha que é possível atrair, para o seu projeto, o PSDB do deputado federal Reinaldo Azambuja, que tem dificuldades, nacionais, para ficar com o PT e, pessoais, para se aliar ao governador André Puccinelli, num palanque da candidatura do ex-prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho.

Uma eventual candidatura de Zauith atende interesse também da direção nacional do seu partido, que passaria a ter palanque próprio no Estado para o presidenciável Eduardo Campos. O governador de Pernambuco tem insistido para que o prefeito de Dourados seja candidato ao governo.

Murilo Zauith governar a segunda maior cidade do Estado. Dourados tem pouco mais de 190 mil habitantes e 145 mil eleitores. Em 2010, o prefeito de Dourados se candidatou ao Senado e obteve 512 mil votos, ficando em terceiro, na disputa por duas vezes. Perdeu para o senador Waldemir Moka (PMDB) por pouco mais de 32 mil votos.

O projeto do prefeito douradense atende parcela do PMDB, principalmente de Dourados, que veria a ascensão do vice-prefeito Odilon Azambuja, filiado ao partido, ao comando da cidade. Em Dourados, lideranças próximas a Murilo não tem dúvidas de que ele renuncia para ser candidato em outubro numa chapa majoritária. Falta definir se ao Governo ou ao Senado.

Assembleia recebe prestação de contas e fará limpeza de pauta antes do recesso
A última semana de trabalho do Poder Legislativo de Mato Grosso do Sul em 2017 será aberta com a audiência pública para prestação de contas do govern...
Assembleia vota prorrogação de adesão a fundo que regula incentivos fiscais
A prorrogação até 30 de dezembro do prazo para que empresas beneficiadas com incentivos fiscais concedidos pelo governo do Estado se inscrevam no Fad...
Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions