A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 19 de Outubro de 2018

07/10/2018 17:36

Na primeira parcial, Reinaldo aparece com 49,82% dos votos em MS

Odilon de Oliveira totaliza 23,42%, enquanto Humberto Amaducci aparece na terceira posição

Humberto Marques e Geisy Garnes
Na primeira parcial, Reinaldo aparece com 49,82% dos votos em MS
Apuração parcial começou há pouco. (Foto: Geisy Garnes)Apuração parcial começou há pouco. (Foto: Geisy Garnes)

Com 2% das urnas eletrônicas apuradas em Mato Grosso do Sul, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) aparece à frente na disputa em que tenta a reeleição na primeira parcial divulgada pelo TRE (Tribunal Reginal Eleitoral). O tucano soma até aqui 49,82 % dos 20.980 votos apurados –9.392 votos no total.

Odilon de Oliveira (PDT) figura com 23,42 % dos votos na apuração parcial (4.415), e Humberto Amaducci (PT) com 15,57% (2.935 votos). Junior Mochi (MDB) totalizou 10,49% (1.978 votos). Marcelo Bluma (PV) tem 0,40 % (75) e João Alfredo (Psol), 0,29% (55).

Dos 20.980 votos, 18.850 (89,85%) são válidos –votos brancos foram 3,74% (784) e nulos, 1.346 (6,42%). As abstenções chegam a 23,32% (6.379 eleitores que não compareceram).

A apuração começou pouco depois das 17h (no horário local). O resultado das eleições no primeiro turno deve ser proclamado em algumas horas.

Senado – Também foram divulgados os números parciais do Senado. Nelsinho Trad (PTB) somou 20,50%; Marcelo Miglioli (PSDB), 19,28%; Zeca do PT, 18,30%; Waldemir Moka(MDB), 14,89%; Soraya Thronicke (PSL), com 10,81%; Sérgio Harfouche (PSC), 6,76%; Delcídio do Amaral (PTC), 5,16%; Mário Fonseca (PC do B), 1,70%;, Anisio Guato (Psol), 1,12%; Gilmar da Cruz (PRB), 0,80%; Dorival Betini (PMB), 0,69%; Humberto Figueiró (Podemos) e Thiago Freitas (PPL) não tiveram votos.

Na primeira parcial, Reinaldo aparece com 49,82% dos votos em MS


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions