A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

02/10/2010 10:01

Na véspera da eleição, eleitor não sabe n° de candidatos

Redação

Faltando menos de 24 horas para o início das eleições que neste ano irão definir deputado estadual, federal, senador, governador e presidente, os eleitores ainda se confundem com o número de seus candidatos e a quantidade de dígitos para cada um dos cargos a serem escolhidos. Um recurso muito usado é a "colinha" na hora de votar.

O autônomo José Gonçalo Alves, de 46 anos, disse que leva a "cola" por uma questão de segurança. "Eu vou 'colar' para escolher quem eu quero. Vai que eu chego lá na urna, esqueço e tenho que votar em branco, jogar meu voto fora", afirmou.

A vendedora ambulante Dalva Maria da Silva Ferreira, de 43 anos, ainda faz confusão com um único candidato ao governo do Estado. "Olha, para governador, eu não sei se voto no André ou no Puccinelli", afirma, sem saber que se trata da mesma pessoa. "

Olha, vou ter que colar né? Porque é muito candidato, muito número, fico perdida e nervosa",

diverte-se a eleitora.

O marido de Dalva, João Vicente, de 50 anos, tem o nome dos candidatos na ponta da língua. "Mas o número tá anotado em casa. Não tem como, é muita informação, e minha cabeça é fraca", confessa o vendedor.

Apesar da idade, o aposentado Eugênio Brites, de 65 anos, confia na memória. "Tenho tudo decorado. Não preciso de cola". Questionado sobre a ordem dos candidatos, ele se confunde. "O presidente, porque é mais importante, vem em primeiro, não é?", pergunta.

"De qualquer jeito, é só seguir a ordem da urna", esclarece o senhor.

O primeiro voto será para deputado estadual, com cinco dígitos. Em seguida, o eleitor escolhe seu deputado federal, digitando os quatro números do candidato. Nesta eleição, serão eleitos dois senadores, com três dígitos cada. Na etapa final da votação, são dois dígitos para governador e, por último, os números que selecionam o candidato à presidência da República.

Confiante na própria capacidade mental, a recepcionista Solange Teixeira Góis disse que pode levar os números anotados. "Mas ainda não preparei. Acredito que não vou esquecer, mas ir preparada é melhor", garante a eleitora.

Em Mato Grosso do Sul, a eleição tem 335 candidatos para todos os cargos, tanto legislativos como executivo. Ao todo, 1.702.511 eleitores em todo o Estado.

A votação inicia às 8 horas e finaliza às 17 horas deste domingo. O voto é facultativo para os eleitores de 16 a 17 anos, acima de 70 anos e analfabetos. De acordo com decisão do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), é preciso apresentar apenas um documento com foto para votar.

Confira aqui a lista dos 355 candidatos

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions