A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Agosto de 2017

22/08/2014 16:04

Nelsinho promete construir uma casa popular a cada 30 minutos em MS

Ludyney Moura
Candidato do PMDB estipulou em seu plano de governo a construção de 40 mil casas em quatro anos (Foto: Divulgação)Candidato do PMDB estipulou em seu plano de governo a construção de 40 mil casas em quatro anos (Foto: Divulgação)

Uma cada a 30 minutos uma casa construída pelo governo do Estado. Essa é uma das grandes propostas de governo do candidato do PMDB ao governador, o ex-prefeito da Capital, Nelsinho Trad. A intenção é entregar aos sul-mato-grossenses, em quatro anos, pelo menos 40 mil unidades habitacionais.

"Vamos fazer 10 mil casas por ano para continuar este ritmo executado pelo governo André Puccinelli (PMDB), garantindo empregos para o setor da construção civil", declarou, durante reunião trabalhadores do setor. A meta ousada do peemedebista está em seu plano de governo entregue à Justiça Eleitora.

À exemplo de Campo Grande, quando sucedeu Puccinelli, Nelsinho também quer suceder o principal nome do PMDB estadual no governo do Estado. Os números da atual gestão, de André, apontam a construção de 70 mil casas, boa parte delas com recursos do pacote de obras MS Forte 2.

De acordo com Nelsinho, apenas as unidades habitacionais executadas por André, garantiram pelo menos 74 mil empregos diretos. "Vamos fazer como fiz em Campo Grande, promover parcerias com a Caixa Econômica Federal, organizar um grupo de projetos especiais para poder buscar mais recursos para construir mais casas populares, garantindo um teto, principalmente, para as pessoas mais necessitadas. Se André fez uma casa a cada hora, eu vou me superar com muito trabalho para fazer uma casa a cada meia hora", prometeu o candidato.

Outro ponto abordado pelo peemedebista durante agenda de campanha, é a implantação do Programa Favela Zero, que prevê a construção de quatro mil moradias para famílias em situação de vulnerabilidade social. "Quando saímos da prefeitura deixamos 5.600 casas em construção. E, infelizmente, quem entrou não fez mais nenhuma moradia e estas casas que deixei estão sendo entregues agora".

Nelsinho revelou também números de sua gestão à frente de Campo Grande. Segundo ele, durante seus oito anos de gestão, foram construídas mais de 11 mil casas populares, que abrigaram 45 mil campo-grandenses, o que, segundo ele, erradicou as favelas existentes na Capital. "Vamos manter o ritmo construindo casas em todos os municípios, movimentando a economia, gerando emprego e dando a tão sonhada habitação para quem precisa", finalizou o candidato.

Câmara vai homenagear 84 pessoas em sessão do aniversário de 118 anos
A Câmara Municipal de Campo Grande vai homenagear 84 pessoas em sessão solene na próxima quarta-feira (dia 23). Na ocasião, a partir das 19h, serão ...
Moreira Franco: MP das Rodovias dará segurança jurídica e resolverá problemas
O ministro da Secretaria Geral da Presidência, Moreira Franco, afirmou que a MP das Rodovias vai garantir condições de investimento nas concessões at...
Puccineli diz que é candidato a presidente do partido em MS se for consenso
Só se for sem disputa. É assim que o ex-governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB), quer disputar o comando da legenda no Estado, nas ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions