A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Agosto de 2017

06/01/2015 10:04

Nomeações para o segundo escalão contemplam técnicos e partidos aliados

Aline dos Santos
Azambuja nomeou Bosco Martins  para comando da TVE. (Foto: Reprodução/Facebook)Azambuja nomeou Bosco Martins para comando da TVE. (Foto: Reprodução/Facebook)

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) fez nomeações no segundo escalão e abriu espaço para partidos aliados. Na cota do PSD, o jornalista João Bosco de Castro Martins assume o comando da Fundação Luiz Chagas, que administra a TV e rádio estatal. Bosco Martins já havia sido diretor-presidente da TVE no governo de Zeca do PT.

Do PRB, sigla que apoiou a candidatura de Reinaldo no segundo turno, Wilton Melo Acosta foi nomeado diretor-presidente da Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul.

Ex-prefeito de Sidrolândia, Enelvo Iradi Felini (PSDB) vai comandar a Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural). Outro tucano ficou com a direção da Fundtur (Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul). Ex-prefeito de Porto Murtinho, Nelson Cintra (PSDB) foi nomeado nesta terça-feira. Todas as nomeações têm validade a partir de primeiro de janeiro.

Herança – Nomes do governo de André Puccinelli (PMDB) foram reaproveitados por Azambuja. Édio de Souza Viegas vai desempenhar função de secretário adjunto da Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização. Ele já ocupou a mesma função.

Ex-titular da Sefaz (Secretaria de Fazenda), Jader Rieffe Julianelli Afonso foi nomeado assessor especial e será secretário adjunto da pasta.

O governador também nomeou Renato Peixoto Grubert para a Superintendência do Tesouro da Secretaria de Estado de Fazenda.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions