A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Agosto de 2017

29/12/2014 17:09

Governador eleito deve anunciar nomes do segundo escalão nesta terça

Edivaldo Bitencourt e Michel Faustino
Reinaldo faz reunião para acertar os últimos nomes da nova administração (Foto: Marcelo Calazans)Reinaldo faz reunião para acertar os últimos nomes da nova administração (Foto: Marcelo Calazans)

O governador eleito Reinaldo Azambuja (PSDB) deve anunciar nesta terça-feira (30) a maior parte dos integrantes do segundo escalão da administração estadual. Na noite de hoje, ele reúne com os futuros secretários e partidos aliados para bater o martelo e concluir as nomeações.

Segundo o futuro secretário estadual da Casa Civil, Sérgio de Paula, a previsão é concluir toda a composição da equipe até o dia 10 de janeiro. No entanto, parte já deve ser anunciada amanhã e empossada na quinta-feira.
Alguns nomes já estão definidos, mas Sérgio não quis antecipar os nomes. O ex-prefeito de Paranhos por dois mandatos, Dirceu Betoni (PSDB), é cotado para assumir a Fundesporte.

O ex-prefeito de Porto Murtinho, Nelson Cintra, deve assumir a Fundação de Turismo. Ele tem como principal bandeira a divulgação do turismo na cidade às margens do Rio Paraguai e o incentivo dado à perpetuação da tradição local do Touro Candil.

O ex-secretário de Fazenda de Dourados, Walter Carneiro Júnior, deve assumir a Sanesul (Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul). Ele conta com o apoio do ex-presidente da estatal e deputado estadual eleito José Carlos Barbosa (PSB).

O jornalista Bosco Martins deve voltar ao comando da Fundação Luiz Chagas, que administra a TV e a rádio do Governo. Ele já administrou a instituição na gestão de Zeca do PT.

O candidato a deputado estadual pelo PDT, Gerson Claro, é cotado para comandar o Detran (Departamento Estadual de Trânsito).

O secretário estadual de Turismo e Cultura, Athayde Nery, deve acumular o cargo com o de presidente da Fundação de Cultura. Ele foi presidente da Fundação Municipal de Cultura na gestão de Nelsinho Trad (PMDB) na Capital.

O presidente do Solidariedade, Alessandro Menezes, também deve assumir o comando de uma instituição, mas o cargo ainda não foi definido.

Reinaldo também deve anunciar os novos comandantes do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar, o diretor-geral da Polícia Civil e os presidentes da MSGás, da MS Mineração, da Agraer (Agência Estadual de Desenvolvimento Agrário) e da Iagro (Agência de Defesa da Sanidade Animal e Vegetal).




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions