A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

27/10/2014 10:30

Novo governador terá o apoio de 20 deputados e oposição só do PT

Leonardo Rocha
Reinaldo pode ter até 20 deputados em sua base aliada, ficando apenas o PT na oposição (Foto: Marcos Ermínio)Reinaldo pode ter até 20 deputados em sua base aliada, ficando apenas o PT na oposição (Foto: Marcos Ermínio)

O governador eleito, Reinaldo Azambuja (PSDB), poderá ter a maioria ampla na Assembleia, tendo até 20 deputados na sua base de apoio, ficando apenas o PT, com quatro parlamentares na situação de oposição. Se este cenário se confirmar, irá repetir a gestão do governador André Puccinelli (PMDB) que também teve este bloco de apoio.

Na coligação eleita com Reinaldo Azambuja, o novo governador tinha a disposição cinco deputados, sendo do próprio PSDB, Onevan de Matos, Rinaldo Modesto, Ângelo Guerreiro e Flávio Kayatt, além de Zé Teixeira, do DEM.

No segundo turno, Reinaldo conseguiu a adesão de mais dez deputados estaduais, que foram eleitos na coligação que apoiou o ex-prefeito Nelsinho Trad. São seis nomes do PMDB, entre eles Júnior Mochi, Eduardo Rocha, Renato Câmara, Maurício Picarelli, Antonieta Amorim e Marquinhos Trad, além de Márcio Fernandes e Mara Caseiro do PT do B, Lídio Lopes do PEN e José Carlos Barbosa do PSB.

Nesta lista de apoio já são 15 parlamentares, o que representa a maioria da Assembleia, no entanto este apoio deve aumentar, com a entrada do PDT e do PR. João Leite Schimidt, presidente estadual do PDT, disse que esta decisão é da bancada do partido. O deputado Felipe Orro (PDT), por sua vez, afirmou que a tendência é a legenda seguir pela governabilidade, para ajudar o Estado.

"Vamos nos reunir nesta semana para tomar esta decisão, mas queremos ajudar o próximo governador, a eleição já acabou, temos que olhar para frente, a população deu seu recado nas urnas, quer mudanças e melhores condições", disse Orro. Além dele, o PDT conta com Beto Pereira e George Takimoto, no legislativo estadual.

O deputado Rinaldo Modesto (PSDB) afirmou que Azambuja certamente vai entrar em contato com estes dois partidos (PDT e PR) para que eles possam fazer parte da base e assim ajudar nos projetos do Estado. "Eleição terminou, começamos um novo ciclo que temos que trabalhar em conjunto, para levar serviços públicos de qualidade, aumentar as ações na saúde e desenvolvimento".

Para o deputado tucano, Reinaldo já foi deputado estadual e tem um ótimo relacionamento com os parlamentares. "A oposição deve ficar apenas com o PT, mas os deputados eleitos do partido são responsáveis e vão fazer uma oposição construtiva, de forma saudável", completou ele.

O PT elegeu quatro deputados: Cabo Almi, João Grandão, Amarildo Cruz e Pedro Kemp.



Engraçado..... eu nunca vi um partido tão em cima do muro que nem o tal do PDT ! Apoiou Zeca durante seu mandato depois apoiou André e atualmente esperou o fim do pleito político para ver quem iria apoiar.... certamente se o Delcídio ganhasse este seria seu escolhido. !!! Seu João Leite Schimidt já não acha que ta na hora do partido ter uma identidade própria ?? VERGONHOSO ISSO NÉ !!!!
 
JK em 27/10/2014 11:31:18
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions