A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

29/10/2014 16:29

Olarte foi a Brasília se reunir com ministro das Cidades e direção do PP

Leonardo Rocha
Prefeito Gilmar Olarte foi a Brasília para conversar com PP e ministro das Cidades (Foto: Kleber Clajus/ Arquivo)Prefeito Gilmar Olarte foi a Brasília para conversar com PP e ministro das Cidades (Foto: Kleber Clajus/ Arquivo)

O prefeito Gilmar Olarte (PP) foi hoje (29), até Brasília, conversar com o ministro das Cidades, Gilberto Magalhães Occhi, sobre projetos para Capital, além de combinar sobre sua visita a Campo Grande, para entrega de 313 unidades habitacionais, na próxima sexta-feira. Ele também foi se reunir com a direção nacional do PP.

Olarte vai aproveitar esta visita a Capital Federal, para conversar com a direção nacional do PP, sobre o comando do partido em Mato Grosso do Sul, que segundo o prefeito de Campo Grande, ficaria com ele, logo após o período eleitoral, em todo país.

Gilmar já havia adiantado que após a eleição, a direção estadual da legenda, que está no momento com o ex-prefeito Alcides Bernal (PP), seria repassado para seu grupo político, tendo a indicação de César Afonso, como novo presidente regional.

Bernal nega esta mudança de comando, inclusive destaca que tem o apoio da direção nacional para continuar a frente do PP, em Mato Grosso do Sul. De acordo com a assessoria de Olarte, o prefeito só irá se pronunciar sobre a viagem a Brasília amanhã (30), durante suas agendas públicas.

Entrega - Sobre a vinda do ministro das Cidades, Gilberto Magalhães Occhi, o prefeito irá acertar os detalhes para a entrega de 313 unidades habitacionais, nos residenciais Ari Abussafi e Gregório Corrêa, que fazem parte do PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento) para região do Segredo, com investimento de R$ 27, 4 milhões.

Estas moradias são casas geminadas, com 42 metros quadrados, com piso cerâmico, azulejo na cozinha, banheiro e aquecedor solar. Neste investimento, houve a contrapartida de 7,9 milhões da prefeitura e R$ 749 mil do Governo do Estado.

Das famílias beneficiadas, são aquelas que moravam em condições precárias nas favelas da Portelinha, Marquês de Herval, Morada Verde, Montevidéu, além de outras áreas, localizadas na região norte da cidade. Todas as famílias contempladas já assinaram os contratos com a Caixa Econômica.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions