A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

31/03/2014 11:20

Olarte ignora ataques e diz que prioridade é trabalhar por Campo Grande

Kleber Clajus e Leonardo Rocha
Prefeito deixa para advogados cuidar de acusações feitas por aliados de Bernal (Foto: Marcos Ermínio)Prefeito deixa para advogados cuidar de acusações feitas por aliados de Bernal (Foto: Marcos Ermínio)

O prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP), disse nesta segunda-feira (31) que prefere trabalhar a responder acusações levantadas pelos aliados de seu antecessor, o ex-prefeito cassado Alcides Bernal (PP). Nesse sentido, evita o discurso de Bernal de que não podia administrar a cidade pela necessidade de defesa, em especial na Câmara Municipal.

“Não cabe a mim discutir essas acusações levantadas pelo ex-prefeito. A Justiça decidiu pela manutenção da decisão da Câmara, pois é soberana. Cabe aos meus advogados cuidarem das acusações. Tenho que trabalhar e não ficar respondendo a ataques”, disse Olarte.

Defensores de Bernal acusam o atual prefeito de articular sua saída do cargo, confirmada em sessão de julgamento no dia 12 de março. Na ocasião, 23 vereadores votaram pela perda do mandato do progressista por fabricação de emergências, contratação sem licitação, dentre outros. Nesse sentido, eles mobilizam para hoje um protesto intitulado “indignação”, às 18h, na Praça do Rádio.

Para o presidente da Câmara Municipal, vereador Mario Cesar (PMDB), as denúncias apresentadas contra Bernal “estavam embasadas e não foram inventadas”.

“Ele [Bernal] precisa fazer uma reflexão sobre suas atitudes e ações quando esteve à frente de Campo Grande, que foram 15 meses que só prejudicaram a cidade”, pontuou Mario.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions