A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

25/09/2012 22:57

Para ministro, Campo Grande terá 2º turno e PT tem chance de estar nele

Nyelder Rodrigues e Gabriel Neris
Ministro veio à Capital para ato político nesta noite e hoje mesmo retorna para Brasília (Foto: Gabriel Neris)Ministro veio à Capital para ato político nesta noite e hoje mesmo retorna para Brasília (Foto: Gabriel Neris)

O Partido dos Trabalhadores reuniu em Campo Grande, na noite desta terça-feira (25), militantes, parlamentares e candidatos do partido para um ato político em prol da candidato a prefeito de Vander Loubet, que tem como vice o deputado estadual Cabo Almi.

Entre os presentes no evento, que aconteceu no auditório da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), estava o ministro da Saúde, Alexandre Padilha. Ele veio à Capital exclusivamente para o ato.

O ministro diz ter certeza que haverá segundo turno em Campo Grande, e acredita que o PT tenha algo diferente, que ninguém tem. “Temos militantes engajados na luta e que conhecem os problemas da cidade e de cada seguimento, as preocupações de cada trabalhador e servidor público municipal”, afirma.

Padilha também se lembrou de quando Zeca foi governador do Estado, afirmando que o PT nunca ganhou com ampla vantagem nas pesquisas. “Nunca ganhamos de véspera. Até o dia das eleições, vamos lançar uma onda vermelha na cidade. O PT é um partido de chegada”, afirmou o ministro.

Além disso, Alexandre Padilha relacionou a união do partido às semifinais da Copa Libertadores entre Corinthians e Santos. “Os santistas tinham Neymar, mas um craque só não ganha jogo”, comparou o ministro, que chegou às 18h30, foi ao ato, e neste noite mesmo embarca para Brasília, de onde vai para o Rio de Janeiro durante a madrugada.

Cenário eleitoral - O candidato Vander Loubet comenta que o atual cenário das eleições em Campo Grande, com previsão de segundo turno, vem sendo trabalhado pelo partido nos últimos anos.

“O que a gente precisa é dos 23, 25% dos votos que sempre tivemos para ir ao segundo turno. A eleição ainda está aberta, não está definido quem vai. Precisamos fazer a multiplicação”, afirma Vander.

Em 2012, conforme o presidente do diretório regional do Partido dos Trabalhores, Marcos Garcia, o PT lançou no Estado 25 candidatos a prefeito, 20 a vice e 637 vereadores.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions