ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 30º

Política

Para Reinaldo, ministro do STF é chave para distensionar relação entre poderes

Governador elogiou atuação do presidente do Supremo

Por Jones Mário e Leonardo Rocha | 14/02/2020 12:48
Toffoli e Azambuja prestigiaram reinauguração de escola estadual no Bairro Nova Lima (Foto: Henrique Kawaminami)
Toffoli e Azambuja prestigiaram reinauguração de escola estadual no Bairro Nova Lima (Foto: Henrique Kawaminami)

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) elogiou a atuação do presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Dias Toffoli, para minimizar tensão entre os poderes. O tucano ainda destacou a mediação do ministro em assuntos importantes para Mato Grosso do Sul.

“Toffoli tem sido um árbitro do pacto federativo, de decisões importantes que impactam nos municípios e estados, como o acordo da Lei Kandir e dos royalties do petróleo. Tem buscado o diálogo para não ter ruptura entre as instituições. Quando existem tensões, ele chama para ser resolvido na corte”, discursou Azambuja, durante entrega de reforma da Escola Estadual Lino Villachá, em Campo Grande, beneficiada por projeto do TJMS (Tribunal de Justiça do Estado).

“O Brasil é uma federação. Se tiver rupturas, estados e municípios ficam mais fracos, por isso é importante a atuação do Toffoli para reduzir as tensões entre instituições e poderes”, completou o tucano.

O ministro também falou durante o evento. Ele destacou que a reinauguração da escola é motivo de “festa e alegria” e salientou sua prioridade pela Educação desde a posse na presidência do STF, em 2018.

Toffoli ainda ressaltou o projeto do TJMS, “Pintando e Revitalizando a Educação com Liberdade”, que propiciou a reforma da escola por meio do trabalho de 20 detentos do regime semiaberto de Campo Grande.

“Se trata da reeducação dos internos, por um Brasil mais humano”, classificou.

Dias Toffoli percorre tribunais dos estados a fim de ampliar a integração do Poder Judiciário.

O ministro já esteve em Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Roraima, Santa Catarina, São Paulo e Sergipe.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário