A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

12/01/2009 08:37

Para vereador montar "time", Câmara cancela exonerações

Redação

Depois de demitir cerca de 300 comissionados no fim do ano, a Câmara Municipal de Campo Grande abre a semana cancelando 28 exonerações. "Precisamos continuar trabalhando. Cada vereador escolhe o seu time", explica o presidente da Casa, vereador Paulo Siufi (PMDB), que assumiu prometendo cortar gastos e reduzir em até 15% o total de comissionados.

Os vereadores têm direito a contratações, portanto o serviço público serve de moeda de troca, principalmente, durante as campanhas eleitorais.

De acordo com Paulo Siufi, a exoneração de alguns nem chegou a ter validade. "Estão todos trabalhando", garante.

A Câmara possui 70 funcionários efetivos. Segundo Siufi, um levantamento vai definir o número de comissionados, porém, lembra que os parlamentares têm autonomia para as contratações. "Estou repensando as contratações dos comissionados ligados à presidência", afirma.

A despesa mensal do legislativo municipal gira em torno de R$ 525 mil, sendo o maior gasto com pessoal.

Cada gabinete tem R$ 16,8 mil mensais para despesas gerais. Na Câmara, são 21 vereadores. Neste começo de 2009, o poder Executivo foi mais enérgico: o prefeito Nelsinho Trad (PMDB) determinou que cada secretaria reduza em 30% o número de comissionados.

Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...
Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions