A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

04/02/2011 10:11

Patrimônio de deputados de MS vira destaque nacional

Paulo Fernandes

Geraldo Resende tem patrimônio 60% maior em 4 anos.

Dois deputados federais de Mato Grosso do Sul aparecem com destaque em levantamentos sobre os patrimônios da Câmara dos Deputados.

Na publicação mais recente, da noite de ontem, aparece o nome do deputado federal Geraldo Resende (PMDB). O patrimônio dele cresceu 60% em 4 anos, segundo o site Congresso em Foco, que fez um levantamento sobe dos bens da nova Mesa Diretora da Câmara. Geraldo Resende foi eleito suplente da Mesa.

De acordo com a prestação de contas entregue à Justiça Eleitoral no ano passado, Geraldo Resende tem R$ 909.827,98 de patrimônio, incluindo casas em Dourados e Bonito, apartamento em Brasília, veículos e aplicações e contas em bancos.

“O aumento no meu patrimônio é uma mostra de alguém que sabe administrar o que tem. Sou um homem público e não seria um bom político se não soubesse administrar meu patrimônio”, diz Geraldo Resende.

Ainda segundo ele, o crescimento do patrimônio não foi de 60%, se forem consideradas as dívidas que ele contraiu. “O crescimento foi menor, se mostrar as dívidas é ínfimo”, disse.

Geraldo Resende diz que a única fonte de renda dele é política (a atividade parlamentar) e que ele recentemente vendeu uma clínica médica em Dourados.

O levantamento revelou que os integrantes da nova Mesa Diretora da Câmara assumem suas funções não apenas mais poderosos, mas também mais ricos.

Um dos casos que mais chama a atenção é o da vice-presidente Rose de Freitas (PMDB-ES), que triplicou o patrimônio de R$ 303 mil em 2006 para R$ 972 mil no ano passado.

Ricos e pobres – Outro deputado de Mato Grosso do Sul que também foi destaque nacional por conta do patrimônio é Reinaldo Azambuja (PSDB).

Dos 567 parlamentares da Câmara e do Senado, ele é o 8º mais rico, com patrimônio de R$ 31.907.723,00.

Azambuja declarou na eleição do ano passado ter três fazendas em Maracaju, mais de 1.000 cabeças de gado, pesqueiro em Bela Vista, lotes em Campo Grande e Maracaju e veículos diversos.

O deputado João Lyra (PTB-AL) é o mais rico de todo o Congresso, com patrimônio de R$ 240.395.155,75.

Também chama a atenção que 18 deputados federais declararam não ter nenhum bem. Na “bancada dos sem patrimônio” consta o palhaço Tiririca (PR-SP).



QUEM ACREDITA QUE O PALHAÇO, DIGO PARLAMENTAR TIRIRICA NÃO TEM PATRIMÔNIO EM SEU NOME, ISTO É UMA PIADA!!! QUEM SABE ELE TAMBÉM É MÁGICO!!!
 
JEANCARLO CORREIA em 04/02/2011 12:59:36
Ser politico no Brasil é "a maneira mais honesta de roubar o povo". Esse Brasil nosso não tem mais jeito, se cercar o Congresso Nacional vira presidio e se demolir vira aterro sanitario.
 
Marcio Rogério em 04/02/2011 12:55:53
A atividade parlamentar com todas as suas benesses que incluem um bom salário ,verbas de gabinete entre outros é um excelente presente e forma de se ajeitar na vida.Num país como o nosso é quase que como ganhar na loteria.Basta olhar e verificar o patrimonio de muitos deles.Alguns que no mercado de trabalho nao teriam condiçoes de ganhar um bom salario em suas profissoes(quando tem ) como professores , medicos ou engenheiros.Ao entrarem para a vida pública simplesmente conseguem no mínimo triplicar o seu patrimonio pessoal.Tornam-se de repente bons investidores e justificam seu patrimonio devido à sua "competência" administrativa.Em terra de cego...

 
Luciano M. de Almeida em 04/02/2011 12:39:56
Também com o salarios que eles têm + ajuda de custo para tudo e se for um bom administrador com certeza vai ter um patrimonio mais que duplicado...com certeza eu com 4 anos de mandato tbém iria ter um bom patrimonio....
 
maria adelaide em 04/02/2011 12:31:12
O que mais me chama a atenção é fato de que todos sabem a verdade e nada se faz, existe um órgão fiscalizador somente para os menos abastados, se aumentar R$5.000,00 mil reais na minha conta, vão me investigar e pedir que justifique, do contrario serei punido, ao passo que os “tubarões”, aumentam e até ostentam seu patrimônio sem medo algum de serem fiscalizados ou punidos. Se o problema fosse somente o enriquecimento ilícito... Mas não é, isso gera conseqüências graves nos serviços públicos, “que é a cartola de onde sai esse coelho”, saúde pública e saneamento de baixa qualidade, capitação de águas pluviais prejudicadas e de péssimo planejamento, malha asfáltica fina como uma folha ... etc. Todo o nosso melhoramento, nossa qualidade de vida, esta parando nos bolsos dessas “pessoas”, até quando?!
 
Osni Martins em 04/02/2011 12:28:28
Esse tipo de notícia é lamentavel, pois isso revela como vivemos em um sistema feudal.
Onde uma grande maioria trabalha para sustentar uma minoria ( politicos ) que nada fazem em beneficio dos que trabalham. São verdadeiros sanguessugas, verdadeiros parasitas, que agem covardemente ( corrupção ) em beneficio exclusivamente seus, e seus familiares. Boas roupas, carros , casas , fazendas, comidas , filhos em boas escolas , sustentam amantes , tudo isso com dinheiro publico !
Que honra há naquele rouba ? Nenhuma !!!
 
Marta Soares Junqueira em 04/02/2011 12:04:47
Caro Ramão Coelho, tenho que discordar da sua opinião, politica nunca foi praticada e nunca será no Brasil, o que existe é o que podemos chamar de SUJEIRA, e essa sujeira praticada aqui no MS e resto do Brasil , é para quem é desonesto, corruptivel, ganancioso, egoista, falso, mediocre, indiferente, mentiroso, incapaz, improdutivo socialmente, maldoso, desprovidos de amor ao próximo essas são as qualidades necessarias e presentes naqueles que são considerados "politicos de sucesso". Falam belas palavras , mas há muito já apodreceram na alma e no espirito, só lhe resta o corpo que dia a dia envelhece.
 
carlos gomes em 04/02/2011 11:54:10
Fazer o q, politica é para quem pode e obdece quem tem juízo, vamos agreditar, quero ver daqui a quatro anos........esperamos dias melhores.
 
Ramao Coelho em 04/02/2011 10:29:24
A maneira mais certa de se enriquecer, é a política. A mensagem que mando aos dezoito parlamentares que ainda não possuem patrimônio, é ter um pouco de paciênca que as oportunidades de ficarem ricos com o dinheiro público surgirão naturalmente. Duvidam? Recordem os acontecimentos dos últimos anos em todos os segmentos políticos.
Aqui é Brasil minha gente!!!!
 
marcio de arruda em 04/02/2011 02:56:58
No que diz respeito ao Deputado Reinaldo Azambuja não temos relações de amizade mas acompanho a sua trajetória política desde quando foi eleito e reeleito Prefeito de Maracaju, imprimindo um choque de gestão responsável e dando uma nova dinâmica de desenvolvimento à economia do município. Pertence a uma das mais respeitadas e tradicionais famílias de fazendeiros de Maracaju, fato que justifica o patrimônio que possui. Diferentemente de outros políticos que declaram ninharia para o imposto de renda, mais possuem milhões nas mãos de laranjas, a atitude transparente do ilustre parlamentar deveria merecer aplausos e não ser exacrada pela opinião pública.
 
oscar mendes em 04/02/2011 02:51:53
Queria parabenizar o "patriotismo" do Dep. reinaldo Azambuja. Com patrimônio de R$ 32 milhões, ainda ter disposição para administrar pequenas cidades(Maracaju) e ser dep. Federal é um exemplo.
 
MARCELLO MENDES em 04/02/2011 02:47:05
Tomara a Deus que eles administrem o nosso pais tão bem como seus bens, pois um dia terão que prestar conta a Deus de tudo que fizeram de bem ou mal.
 
Valdir Adelino Fernandes em 04/02/2011 02:44:17
não sou eleitor de Reinaldo Azambuja, porém ao que parece e o que se ouve falar dele é que é uma pessoa batalhadora, trabalhadora e honesta, um caso raro em políticos de modo geral, uma prova disso é que ele foi o único que avaliou seus bens pelo valor que realmente vale, não subavaliou como todos os outros que se tem notícia, exemplo pode ser dado no próprio texto da matéria acima.
 
marcos barbosa em 04/02/2011 01:49:19
Não entendi o que o Deputado Geraldo Resende quis dizer: “O aumento no meu patrimônio mostra de alguém que sabe administrar o que tem. Sou um homem público e não seria um bom político se não soubesse administrar meu patrimônio”, diz Geraldo Resende.". E logo depois: "Ainda segundo Geraldo Resende, o crescimento do patrimônio dele não foi de 60%, se forem consideradas as dívidas que ele contraiu. “O crescimento foi menor, se mostrar as dívidas é ínfima”, disse.". Ué!!!!! Se ele fala que é um bom político pq sabe administrar o seu patrimônio. E as dívidas que ele contraiu, o faz um bom político?! É difícil de entender!!!!! Peixe morre pela boca mesmo.

 
Marco Antonio em 04/02/2011 01:42:28
Meu amigo Ramão, é por esperar dias melhores, que a situação está cada vez mais vergonhosa! Ser político deixou a muito tempo de ser uma função pública, virou negócio, ondem partidos se tornaram empresas de Marketing e agencias de promoção, e nós eleitores, como clientes, apenas "adquirimos" tais "produtos" sem questionar de fato sua qualidade. Portanto chegamos a conclusão que daqui a quatro anos veremos o patrimônio dos nossos "representantes" se multiplicar por dez, ao invés de quatro como foi o do nosso saudoso Geraldo Rezende, que teve uma votação muito expressiva, resultado de um excelente trabalho de marketing, pois resultados efetivos para o futuro do país, infelizmente não temos a muito tempo de ninguém !!!
 
Edinei Suckow em 04/02/2011 01:42:14
E o patrimonio do Wander Loubet ? ninguem fala nada?
 
Leny Campos em 04/02/2011 01:19:02
GANHANDO MAIS DE CEM MIL REAIS POR MÊS ATÉ EU AUMENTO MEU PATRIMÔNIO
 
AUGUSTO RAMOS em 04/02/2011 01:10:14
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions