A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

18/03/2010 13:59

Paulo Bernardo deve chegar a Campo Grande apenas às 17h

Redação

O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, deve chegar a Campo Grande, às 17h10, de acordo com previsão do deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT), que viajará com ele.

Ele substitui a pré-candidata a presidente da República e ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Roussef (PT), que cancelou a visita por conta de problemas de saúde da mãe dela.

Paulo Bernardo não conseguirá chegar às 17h, porque já tinha uma entrevista coletiva agendada, em Brasília (DF), sobre o corte no orçamento da União.

No programa "Bom Dia, Ministro", ele já havia afirmado que o corte será "prudente" e "conservador" e que serão preservados recursos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), das áreas de saúde e educação, do Bolsa Família e do Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar).

O embarque do ministro está previsto para às 17h (SP), mas ele deve desembarcar às 17h10 (MS) por conta da diferença de fuso horário. O governador André Puccinelli irá receber o ministro na Base Aérea de Campo Grande.

Paulo Bernardo foi secretário estadual de Fazenda na gestão do ex-governador Zeca do PT.

Ele também é cotado como um possível sucessor de Dilma Roussef na Casa Civil. A ministra irá se descompatibilizar do cargo no dia 31 de março para disputar a sucessão do presidente Lula.

O ministro participará da cerimônia de abertura da 72ª Expogrande, às 18h.

Marun ainda quer votar relatório da JBS antes de posse no ministério
Na véspera de ser empossado como ministro da Secretaria de Governo, o deputado Carlos Marun (PMDB-MS), relator da Comissão Parlamentar Mista de Inqué...
Senado aprova R$ 1,9 bi a estados para compensar desoneração de exportações
Após suspender a sessão do Congresso Nacional, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), retomou os trabalhos do plenário da Casa com o obj...
Temer discutirá data de votação da reforma da Previdência nesta quinta
O anúncio do líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), de que a votação da proposta de reforma da Previdência ficará para fevereiro causou r...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions