A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 19 de Julho de 2018

16/02/2018 12:25

PDT envia pedido de expulsão de deputado semana que vem ao conselho

Deputado George Takimoto foi acusado de infidelidade por ter votado a favor da reforma da previdência

Leonardo Rocha
Pedido de expulsão de George Takimoto terá andamento na semana que vem (Foto: Leonardo Rocha)Pedido de expulsão de George Takimoto terá andamento na semana que vem (Foto: Leonardo Rocha)

A direção estadual do PDT vai enviar na semana que vem, para o conselho de ética do partido, o pedido de expulsão do deputado George Takimoto (PDT), por ele ter votado a favor da reforma da previdência, em Mato Grosso do Sul. As lideranças alegam que havia uma posição formada da legenda contra o projeto.

De acordo com o secretário-geral do PDT, Sérgio Roberto Castilho, o pedido será enviado na semana que vem, quando irá retornar as atividades das comissões e conselhos da legenda. "Ainda não tivemos reuniões do conselho, por isso o pedido de expulsão ainda está com a direção", explicou ele.

O secretário adiantou que o conselho deve acionar o deputado, para que ele apresente a devida defesa e logo após avaliar os argumentos, emitir um parecer sobre o caso, restando a executiva estadual definir sobre a expulsão ou permanência do parlamentar. "Não existe um prazo específico para que o processo seja concluído".

Pedido - O pedido de expulsão foi apresentado pelo movimento sindical no partido, no dia 06 de dezembro, na data que houve a posse da nova direção estadual. O motivo alegado é que houve "infidelidade" de Takimoto, por ter votado a favor da reforma da previdência, quando o partido pe contra a proposta a nível estadual e nacional.

Naquela oportunidade, o deputado federal e agora vice-presidente do PDT, Dagoberto Nogueira, adiantou que caso a expulsão fosse confirmada, o partido iria requisitar na Justiça Eleitoral, o mandato novamente à legenda.

Defesa - Takimoto se defendeu dizendo que votou a favor da reforma por não ter sido comunicado que partido tinha "questão fechada" sobre o tema, e sim ter recebido apenas um pedido de Dagoberto para que votasse contra.

Ele ainda alegou que foi favorável (reforma) pensando nos idosos, que sem as mudanças na previdência, poderiam ficar sem receber salário no futuro.

Processos eleitorais passam a ter prioridade na Justiça a partir desta 6ª-feira
A partir desta sexta-feira (20), os processos eleitorais ganharão prioridade na tramitação e julgamento em relação a outros –com exceção de habeas co...
DEM vai caminhar com Alckmin, mas permanece na estaca zero no Estado
No Democratas se consolida aliança com o presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB), enquanto em Mato Grosso do Sul o cenário permanece incerto pela inseg...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions