A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

17/12/2009 06:00

Pesquisa diz que Puccinelli seria reeleito no 1º turno

Redação

Com aprovação recorde, o governador André Puccinelli (PMDB) seria eleito no primeiro turno se as eleições fossem neste mês. Segundo levantamento do Ipems (Instituto de Pesquisa de Mato Grosso do Sul), realizada com 2 mil eleitores de 40 municípios - entre os dias 2 e 10 de dezembro deste ano, ele obteria 47,40% dos votos, contra 28,6% do ex-governador Zeca do PT, 10,3% da senadora Marisa Serrano (PSDB) e 1,25% de Iara Costa (PMN). Puccinelli conseguiria atingir 54,14% dos votos válidos.

Conforme a pesquisa, que tem margem de erro de 2,19%, Puccinelli atingiria 53,04% dos votos na Capital, contra 24,72% de Zeca, 8,56% de Marisa e 1,38% de Iara. Somente em Campo Grande, maior colégio eleitoral do Estado, a vantagem do peemedebista sobre o principal adversário seria de 28,32 pontos percentuais.

Já no interior, a vantagem diminui para 13,4 pontos percentuais. O atual governador teria 44,3% dos votos, contra 30,8% do petista, 11,29% da senadora tucana e 1,18 de Iara Costa. Mesmo neste cenário, Puccinelli faria 50,54% dos votos válidos, enquanto na Capital faria 60,47%.

Por região, Puccinelli obtém os menores percentuais nas regiões do Pantanal (44,33%) e Leste (44,55%). O maior percentual é da região Centro-Norte, quando fica com 50,58%.

Já Zeca do PT tem mais apoio popular nas regiões do Pantanal (31,53%) e sudoeste (30,19%). O menor percentual está nas regiões Norte e Centro (26,5%). Já Marisa fica com a maior cotação na região Leste (13,2%).

Se for considerar micro região, as diferenças entre os principais candidatos são maiores em Campo Grande (52,13% a 25,42%), Três Lagoas (54,24% a 27,12%) e Bodoquena (51,19% a 35,71%).

E são menores no Alto Taquari (37,63% a 35,48%), Iguatemi (38,39% a 36,61%) e Nova Andradina (33,33% a 41,27%).

Rejeição

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions